Enquanto UFG avança, PUC-GO perde posição em Ranking Universitário

UEG e Fesurv também cresceram. Confira a posição de cada uma das universidades goianas na avaliação nacional da Folha de S. Paulo

UFG avança uma posição, enquanto PUC-GO cai duas casas em relação ao RUF 2017 | Foto: Reprodução
UFG avança uma posição, enquanto PUC-GO cai duas casas em relação ao RUF 2017 | Foto: Reprodução

Enquanto a UFG é 20º colocada no Ranking Universitário Folha 2018 (RUF), a Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUG-GO) aparece apenas em 106º nacionalmente.

Isso foi o que apontou o RUF 2018, divulgado em outubro após avaliar 196 universidades brasileiras.

Em sua sétima edição, o ranking universitário é organizado anualmente pelo jornal Folha de São Paulo e tem como objetivo listar as melhores faculdades e os melhores cursos do Brasil.

Universidades de Goiás

Ruf Medicina 300 x 250

Ao todo, apenas quatro universidades de Goiás figuram entre as 196 listadas pelo RUF.

A Universidade Estadual de Goiás (UEG) está posicionada em 121º. A Universidade de Rio Verde (Fesurv), em 185º.

No entanto, as demais universidades goianas não entraram no radar do ranking.

Ademais, houve uma tendência de avanço nas posições em relação à última edição, exceto da PUC-GO, que caiu duas posições.

Se comparado ao RUF 2017, a UFG avançou uma posição.

Além disso, a UEG também subiu uma casa e a Fesurv alavancou quatro posições acima, demonstrando, portanto, o melhor resultado comparado.

Melhores Cursos

A UFG ainda concentra os cursos mais bem avaliados em Goiás.

Embora alguns cheguem perto, não há nenhum curso no Estado que figure entre os 10 melhores do país.

Entre os cursos mais bem avaliados da UFG estão Agronomia, Medicina Veterinária e Enfermagem.

Todos eles ficam em 11º no ranking nacional de suas respectivas áreas.

Já o curso de Direito da UFG ficou como 15º melhor do Brasil. Engenharia Civil em 18º, Administração, 17º, e Medicina, 29º.

Na PUC-GO, o curso de Biomedicina foi o melhor resultado da instituição. Ele galgou a posição de 27º no ranking nacional.

Medicina fica em 53º; Direito em 65º; Engenharia Civil em 62º e Administração ficou com a 78ª posição.

A Fesurv, porém, conseguiu emplacar apenas o curso de Agronomia dentre os 100 melhores no país. O curso ficou em 94º.

Ranking universitário nacional

Nesta edição, a Universidade de São Paulo (USP) encabeça a ranking e retoma a coroa de 1º lugar que a Universidade Federal do Rio Janeiro (UFRJ) manteve nas últimas duas edições.

Com a nota 97,52, a USP se consolida mais uma vez como melhor universidade do país.

A UFRJ fica em 2º, com a nota 97,29, perdendo para USP por apenas 0,23 ponto.

Em seguida, vem a UFMG, seguida pela Unicamp, que conquista o quarto lugar.

Dentre as 10 melhores do país, apenas duas não estão situadas no eixo Rio-São Paulo.

Tratam-se da vizinha Universidade de Brasília (UNB), em nono lugar, e da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em décimo.

Como é feito o RUF

Para posicionar o ranking das melhores universidades do país, a Folha cruza cerca de 4 milhões de informações de diversos banco de dados.

Dentre os organizações estão: Centro do Ensino Superior (Inep-MEC), Enade, SciElO, CNPq, Web of Science, Inpi, Capes, Datafolha e fundações estaduais de fomento à ciência.

Já os critérios avaliados por instituição e curso são: pesquisa, mercado, inovação, ensino e internacionalização.

LEIA MAIS: 5 cursos do futuro para garantir vaga no mercado. Detalhe: em Goiânia


Quer ficar por dentro de toda a agenda cultural de Goiânia e região?

Então siga o Instagram do Folha Z e não perca nada!