Um ano sem Cristiano Araújo. Ele já foi esquecido?

A trajetória do cantor goiano que ganhou (mais) fama após sua morte ser noticiada em todos os veículos de comunicação do país sem parar em junho de 2015

Por Isabela Albuquerque

Cristiano Araújo morreu junto com sua namorada, Allana de Morais, em acidente em junho de 2015 (Foto: Divulgação)
Cristiano Araújo morreu junto com sua namorada, Allana de Morais, em acidente em junho de 2015 (Foto: Divulgação)

Neste mês, completa-se um ano da trágica morte do cantor Cristiano Araújo em acidente de carro. Ainda assim, o sertanejo não foi esquecido e é considerado por muitos como o maior nome do ritmo nos últimos anos no país.

Cristiano de Melo Araújo já nasceu no mundo sertanejo: havia quatro gerações que sua família cantava o estilo. Aos três anos, seu pai, João Reis, percebeu sua aptidão para a música e, aos seis, ganhou seu primeiro violão. Com nove anos, Cristiano começou a fazer apresentações em público, participando até do Festival do Faustão, quando foi convidado a gravar uma faixa para o CD “Jovens Talentos”.

LEIA MAIS: João de Deus: santo ou charlatão?

Entre tentativas fracassadas de formar uma dupla sertaneja, muito se passou entre a adolescência de Cristiano até o seu sucesso com a música “Efeitos”, lançada modestamente junto com um DVD gravado em Goiânia em 2011. A canção foi co-escrita por Cristiano, com a participação de Jorge, da dupla Jorge e Mateus, e estourou durante o ano. A partir daí, o cantor não parou mais.

Tragédia

Depois de quatro anos de sucesso por todo o país, Cristiano Araújo faleceu em um acidente de carro em junho de 2015 enquanto voltava para Goiânia após um show em Itumbiara. No carro também estavam a namorada do cantor, Allana Moraes, de 19 anos, que morreu no local, o motorista e o empresário de Cristiano. Ambos saíram com poucos ferimentos do acidente.

A morte de Cristiano foi uma perda imensurável para a música sertaneja e para a cultura goiana. Contudo, o trágico acidente despertou opiniões controversas sobre a popularidade de Cristiano Araújo no cenário nacional.

Zeca Camargo entrou para a listra negra das redes sociais depois de criticar a comoção com a morte de Cristiano Araújo (Foto: Reprodução)
Zeca Camargo entrou para a listra negra das redes sociais depois de criticar a comoção com a morte de Cristiano Araújo (Foto: Reprodução)

Zeca Camargo

Zeca Camargo encabeçou esse debate. Em uma crônica para a Globo News, o repórter criticou a comoção repentina pela morte de Cristiano, ao mesmo tempo tão famoso e tão desconhecido. Zeca Camargo falou ainda que muitos artistas sertanejos são fenômenos de um sucesso só, e que estes empobrecem a cultura brasileira.

Muitos cantores sertanejos à época esculacharam o repórter em redes sociais, tirando fotos com os ouvidos tapados e a hashtag #QuemÉZecaCamargo. No dia seguinte à publicação da crônica, Zeca Camargo se retratou no programa “Vídeo Show” da Rede Globo e cometeu mais uma gafe: chamou Cristiano Araújo de Cristiano Ronaldo, sendo rapidamente corrigido pelos colegas de bancada.

A família de Cristiano Araújo decidiu processar Zeca Camargo por danos morais e o valor da indenização foi usado para investir em ações sociais. “A família entendeu que houve um preconceito por parte do jornalista, envolvendo a cultura sertaneja,” disse Fernanda Moreira, a advogada que cuidava do caso.

Polêmicas

Enquanto vivo, Cristiano Araújo também se envolveu em polêmicas. Em 2012, o cantor foi preso por excesso de barulho ao dar uma festa em sua casa, localizada em um condomínio de luxo em Goiânia. O vizinho era um juiz e chamou a polícia. Já era a sexta notificação que Cristiano recebera por conta das festas que dava no condomínio.

Ao ser detido, o cantor disse: “Nessas horas, a gente tem que provar que é humilde e simples e não é porque é artista que é melhor do que ninguém não. Vou sair de cabeça erguida. Eu não fiz nada de errado, apenas uma festinha e o vizinho reclamou do barulho”. Cristiano também afirmou que ficou mais famoso após a prisão.

LEIA MAIS: Mulher sofre traumatismo craniano após briga em show de Gusttavo Lima em Anápolis

No começo de 2014, foi determinado que Cristiano pagasse cerca de R$ 600 mil para seus ex-empresários. O cantor pedira rescisão de contrato de exclusividade pela dupla Cristiano e Gabriel, que ele deixou para seguir carreira solo. Em 2009, a dupla contratou empresários para dois anos de contrato, mas um ano depois a parceira foi desfeita e Cristiano pediu na Justiça o fim do contrato sem o pagamento da multa, estipulada em R$ 7 milhões.

Além disso, o ex-companheiro de dupla Luismar Oliveira Damascena, o Gabriel, entrou com um pedido de indenização contra Cristiano durante a briga judicial. Gabriel exigiu na Justiça o pagamento de uma multa de R$ 1,7 milhão pela quebra de contato. Os dois chegaram a gravar um CD com 10 músicas em 2008.

Outro irmão de Cristiano ganhou os holofotes. Felipe Araújo começou a carreira há pouco mais de seis anos e lançou sua primeira música solo em setembro do ano passado, em homenagem ao irmão, chamada “Com Você” (Foto: Reprodução)
Irmão de Cristiano, Felipe Araújo começou a carreira há pouco mais de seis anos e lançou sua primeira música solo em setembro de 2015, em homenagem ao irmão, chamada “Com Você” (Foto: Reprodução)

Família

Cristiano Araújo deixou dois filhos, João Gabriel, de oito, e Bernardo, de três. Em entrevista recente ao programa Xuxa Meneghel, da Rede Record, João Reis, pai de Cristiano, afirma que seus netos ainda perguntam pelo filho. O avô também afirmou estar muito presente na vida dos dois garotos.

“Tem um vídeo que o Bernardo fica vendo um programa, uma entrevista do Cristiano, e ele começa a rir demais. Ele fica muito feliz e fala: ‘papai, vem aqui’”, contou.

No dia em que Cristiano completaria 30 anos, João postou em seu Instagram um desabafo emocionante: “Estou me esforçando ao máximo, mas a qualquer hora não sei o que pode me acontecer! Estou vivendo feito um robô sendo comandado por uma força que nunca tive e que deve estar vindo de você, só pode!”

“Pela primeira vez em 30 anos, estou passando essa data longe de você, e a dor que estou sentindo nesse momento é inimaginável,” disse Cristina Araújo, irmã gêmea do cantor, em uma declaração também no Instagram.

Opinião

Cristiano Araújo foi um músico seguido por multidões. Talvez não conhecido nos grandes polos do país, foi ovacionado no interior e merece respeito pela influência que tinha no mercado sertanejo nacional. Fosse criador de polêmica ou não, deixa muita saudade para quem gosta do estilo.

Comentários do Facebook