Usuários da linha 566, que sai do Terminal Maranata, em Aparecida de Goiânia, barraram o ônibus no Residencial Goiânia Sul como forma de protesto.

O caso aconteceu na manhã desta 5ª feira (23). Segundo os manifestantes, o transporte demora passar e a frota não atende toda a demanda.

A causa, de acordo com os usuários, é a diminuição do número de ônibus por conta da pandemia de Covid-19.

A leitora Angela Martins contou à Folha Z que a linha chega até a entrada do Goiânia Sul e retorna, deixando usuários dos setores vizinhos sem transporte.

Uma equipe da Polícia Militar (PM) foi acionada para conter a população.

Usuários barram ônibus em protesto pelo atraso em Aparecida . Usuários da linha 566, que sai do Terminal Maranata, em Aparecida de Goiânia, barraram o ônibus no Residencial Goiânia Sul como forma de protesto . O caso aconteceu na manhã desta 5ª feira (23). Segundo os manifestantes, o transporte demora passar e a frota não atende toda a demanda . A causa, de acordo com os usuários, é a diminuição do número de ônibus por conta da pandemia de Covid-19 . A leitora Angela Martins contou à Folha Z que a linha chega até a entrada do Goiânia Sul e retorna, deixando usuários dos setores vizinhos sem transporte . Uma equipe da Polícia Militar (PM) foi acionada para conter a população . A CMTC . A Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC) disse que a demanda de passageiros aumentou, por ter que obedecer a regra de aceitar apenas usuários sentados . Dessa maneira, a frota não conseguiria atender a todos

1 Likes, 0 Comments – Folha Z (@folhaz) on Instagram: “Usuários barram ônibus em protesto pelo atraso em Aparecida . Usuários da linha 566, que sai do…”

A CMTC

A Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC) disse que a demanda de passageiros aumentou, por ter que obedecer a regra de aceitar apenas usuários sentados.

Dessa maneira, a frota não conseguiria atender a todos.

O que pode ou não abrir em Aparecida com a flexibilização da quarentena


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook