Vereadores vão andar de ônibus em Goiânia para “sentirem o que passa o usuário”

Parlamentares afirmaram que vão andar de ônibus em horário de pico na capital | Foto: Reprodução
Parlamentares afirmaram que vão andar de ônibus em horário de pico na capital | Foto: Reprodução

Vereadores de Goiânia membros da Comissão Especial de Inquérito (CEI) do Transporte Coletivo pretendem andar de ônibus na cidade na próxima quinta-feira, 4, para “sentirem de verdade o que passa o usuário”, afirmou o presidente da CEI, Clécio Alves (PMDB).

Segundo o parlamentar, eles percorrerão várias linhas e terminais no horário de pico e assim, em contato com os passageiros, querem verificar a qualidade do serviço.

Os membros da CEI do Transporte são: Clécio Alves (PMDB), presidente; Paulo Daher (DEM), vice;  Anselmo Pereira (PSDB), relator e Vinícius Cirqueira (PROS);  Sargento Novandir (PTN); GCM Romário Policarpo (PTC) e Juarez Lopes (PRTB).

LEIA MAIS: Inaceitável: Aparecida de Goiânia não tem juizado especial da mulher

A comissão tem como objetivo apurar fatos relativos ao transporte coletivo da capital: péssima qualidade dos serviços; quantidade de veículos incompatível com a demanda da população usuária; negligência com a assistência aos usuários nos terminais.

Instalada em 31/03/17, tem 60 dias, prorrogáveis por mais 60, para apresentar relatório. Já ouviu até o momento, o presidente da CMTC, Fernando Meirelles, que apresentou relatório de muitos problemas das gestões anteriores, e o advogado, Ney Moura Teles, acusado de extorquir o Setransp, hoje Set.

Reajuste

Na próxima sexta-feira, 5, às 8:30, a CEI aguarda a presença do ex-presidente da CMTC Murilo Ulhôa e do advogado da entidade, Vladimir  Vieira Coimbra, para que expliquem a não observância do contrato de licitação em itens que se referem à qualidade do transporte público e a aplicação de reajustes da tarifa sem que as empresas tenham dado a contrapartida de investimentos em melhorias do serviço. (Com informações da Câmara Municipal de Goiânia).

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook