Oito viaturas da Guarda Civil Metropolitana foram paradas em blitz nesta quinta-feira, 14, em Goiânia.

Segundo o comandante do Batalhão de Polícia Militar Fazendária (BPMFaz), Tenente Coronel Denilson de Araújo Brito, os carros ficaram apenas retidos.

Isso porque eles foram liberados assim que o pagamento dos tributos pendentes foi realizado.

Como os veículos são locados, a responsabilidade do pagamento é da empresa locadora.

Blitze em Goiânia

Ainda de acordo com o comandante, as blitze do Batalhão Fazendário têm o objetivo principal de coibir a criminalidade, identificando pessoas foragidas e carros frutos de roubo.

Além disso, as ações também detectam irregularidades ligadas à legislação de trânsito, que são encaminhadas à Secretaria Municipal de Trânsito Transporte e Mobilidade (SMT).

Já as questões tributárias são repassadas à secretaria estadual da Fazenda, que realiza a quitação dos débitos dos inadimplentes no próprio local da blitz.

Ambulância do SAMU capota e passageiro fica ferido


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook