Governo de Goiás realiza workshop sobre inteligência artificial em Goiânia

Inteligência artificial é foco de workshop promovido pelo Governo de Goiás | Foto: Reprodução/ IBM
Inteligência artificial é foco de workshop promovido pelo Governo de Goiás | Foto: Reprodução/ IBM

Por meio das Secretarias de Desenvolvimento (SED) e de Saúde (SES), o Governo de Goiás promoverá um workshop voltado para a inteligência artificial aplicada à indústria do Estado.

“Computação Cognitiva – A nova fronteira para a Saúde” terá como público empresários do setor de fármacos e hospitais públicos de Goiás.

O evento foi realizado em Anápolis nesta segunda-feira, 5, e chegará a Goiânia terça-feira, 6. O local do workshop será a Casa da Indústria.

publicidade

O evento tem parceria privada do Sindicato das Indústrias Farmacêuticas no Estado de Goiás (Sindifargo), Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG) e tem o apoio da Rede Goiana de Arranjos Produtivos Locais (RG-APL) e da Superintendência de Vigilância em Saúde (Suvisa-SES).

De acordo com o secretário de Desenvolvimento, Francisco Pontes, “nenhum outro governo do Brasil pensou nessa proposta científica e tecnológica. O governo de Goiás sai mais uma vez na frente dos outros estados”, disse.

Tecnologia

Os workshops em Anápolis e em Goiânia abrem espaço para inserção da tecnologia de ponta em áreas que já demonstram grande espaço para ideias inovadoras.

LEIA MAIS: Faculdade de medicina oferece atendimento médico gratuito em Aparecida

Goiás tem o segundo maior polo farmacêutico do país e, que por sua vez, também é o segundo maior setor econômico do estado. Já os hospitais goianos possuem certificados internacionais, que demonstram a qualidade do atendimento ao cidadão.

Computação Cognitiva é uma Inteligência Artificial que apresenta estratégias de Gestão e Resultados, simulando a inteligência humana, por meio de raciocínio lógico.

Neste processo, as organizações sociais que têm gestão compartilhada com o Governo na Rede Itego e nas Unidades Hospitalares, são fundamentais para interlocução de melhorias na área de saúde e na capacitação de profissionais. Expectativa é dar um salto nos resultados.

IBM Watson

Para as indústrias, a proposta será oferecer cursos de capacitação de profissionais, por meio da Rede Itego, para geração de empregos no setor de fármacos e atender demandas das indústrias no DAIA.

O IBM Watson (Inteligência artificial) entraria como uma alternativa para gestão de resultados, auxílio em decisões estratégicas, desenvolvimento de novos medicamentos, a adequação de normas internacionais entre outras possibilidades de inovação para o setor. Ficará a cargo das indústrias adotarem o sistema.

No caso da saúde, nas unidades hospitalares, a proposta é inserir a computação cognitiva do IBM Watson (inteligência artificial) para auxiliar e agilizar os diagnósticos e prognósticos dos atendimentos; auxiliar nos tratamentos dos pacientes; contribuir com a gestão das unidades de saúde e promover resultados de forma interativa, entre outras ações interativas com a ferramenta.

Os resultados oferecidos pelo IBM Watson entrarão como um adicional ao fazer inúmeros cálculos e apresentar as probabilidades (que mais se aproximarem de 100%), simulando a inteligência humana.

Entretanto, a palavra final sempre será do profissional, valorizando o capital humano e gerando conhecimento já aplicados em países de ponta.

Workshop – Computação Cognitiva: a nova fronteira para a saúde

Quando: 06/03/2018 (terça-feira)

Onde: Casa da Indústria (Setor Vila Nova – Goiânia)

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter