Zezé di Camargo nega que fez música ‘É o Amor’ para ex-esposa

Zezé di Camargo casou-se em 1982 com Zilu, mas nega que ela seja a inspiração para É o amor | Foto: Divulgação
Zezé di Camargo casou-se em 1982 com Zilu, mas nega que ela seja a inspiração para É o amor | Foto: Divulgação

Para quem  assistiu ao filme “Dois Filhos de Francisco”, fica a ideia de que a letra da canção É o Amor foi criada por Zezé di Camargo após uma crise com a então esposa Zilu e que a música teria sido feita especialmente para ela, de quem se separou em 2012.

Porém, uma informação dada pelo próprio cantor na madrugada desta terça-feira, 28, em seu Instagram, jogou um balde de água de fria nos fãs. Na postagem, Zezé, que atualmente namora a capixaba Graciele Lacerda, afirma, pela primeira vez, que a canção não foi feita para a ex-mulher.

LEIA MAIS: Zezé diz que traiu Zilu com atual e que só se casou porque ex estava grávida

publicidade

zeze-di-camargo-twitter“Só pra esclarecer: a música ‘É o amor’ foi uma inspiração de Deus. Jamais fiz pensando em alguém. Não sei de onde tiraram isso”, explicou ele, deixando muitos seguidores decepcionados e confusos.

Indenização

elias-flores-musicoOutra dor de cabeça para Zezé. Ele e seu irmão foram condenados a pagar R$ 2.676.394,24 ao músico Elias Flores Rezende, ex-sanfoneiro da dupla. O instrumentista entrou na Justiça contra os ex-patrões após sofrer um acidente quando viajava no ônibus dos cantores.

Depois do ocorrido, ele alegou ter sido demitido e não ter seus direitos trabalhistas respeitados, como carteira assinada, férias, 13º salário, entre outros benefícios. Após a sentença, proferida pela Justiça do Trabalho de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, os advogados de Zezé ofereceram um acordo de R$ 1.750.000,00 pagos parceladamente. O ex-músico da dupla aceitou.

O caso

zeze

indenizacao-zeze

Em 2007, Elias teve traumatismo craniano após sofrer o acidente na estrada de Uberlândia, em Minas Gerais. Perdeu toda a audição do ouvido direito e do labirinto do lado direito, ficando ainda com sequelas no esquerdo. Ele foi um dos músicos que ficaram gravemente feridos no acidente, após uma apresentação.

Elias já havia vencido Zezé Di Camargo e Luciano em primeira instância, mas a dupla recorreu. Na época, foi fixada a quantia de R$ 750 mil por danos morais e materiais sofridos. O processo tem quatro volumes com 735 páginas. Além da indenização milionária que terão que pagar ao ex-funcionário, os sertanejos vão custear o processo e desembolsar mais R$ 35 mil.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

zeze2