Cada pessoa tem a sua individualidade, mas há algo que somente você pode decidir fazer, e que tem muito efeito, que é cuidar de si mesmo | Foto: Sabine Vanerp / Pixabay
Cada pessoa tem a sua individualidade, mas há algo que somente você pode decidir fazer, e que tem muito efeito, que é cuidar de si mesmo | Foto: Sabine Vanerp / Pixabay

Por Héllen Fernanda Gonçalves*

Cada vez mais, surgem no ambiente de trabalho movimentos hostis que dificultam o bom desenvolvimento das tarefas em si e também o desenvolvimento profissional e muitas vezes pessoal.

Hoje, passamos a maior parte do nosso dia envolvidos com o trabalho, pensando nas metas a seres cumpridas, nos degraus que ainda faltam para o nosso objeto e muitos outros atributos que desejamos alcançar… Mas, e nós?

Nós, profissionais “entendidos do processo” de sempre buscar ser o melhor, estamos esquecendo de alguma coisa?

Às vezes acontece de abrirmos mão de um almoço mais calmo, um lanche mais saudável, para que a gente consiga realizar as entregas necessárias a nossa função.

E isso, é exatamente normal e faz parte da gestão, mas desde que seja uma vez ou outra. O que não deve acontecer, é que isso se torne rotina.

O planejamento diário, semanal, mensal e anual deve conter os aspectos de necessidades humanas.

Cuidar de si mesmo

Cada pessoa tem a sua individualidade, mas há algo que somente você pode decidir fazer, e que tem muito efeito, que é o cuidado com o SEU corpo, com o SEU interior.

Caso contrário, em algum momento da carreira, será necessário fazer uma pausa, muitas vezes brusca, para começar a se enxergar melhor, internamente.

Faça uma pequena pausa e reflita o quão bom você consegue ser, se você se organizar melhor.

E comece essa reflexão de dentro. O seu exterior irá refletir toda a sua estrutura interna.

E isso te ajudará a desenvolver melhor a sua gestão, a sua execução, e no geral, a sua condução de trabalho, a sua condução de vida.

*Héllen Fernanda Gonçalves da Rocha é pedagoga, especialista em Educação Especial Inclusiva, pós-graduanda em Gestão Empresarial e Liderança e supervisora administrativa da Escola SESI SENAI Dr Celso Charuri.

“Golpe do Motoboy”, e eu com isso?


Quer ver um texto seu publicado aqui no Folha Z?

Pode mandar para o nosso email [email protected]

Basta seguir as seguintes regras:

1 — O texto deve ser inédito e exclusivo; 2 — Textos literários ou acadêmicos não serão publicados; 3 — Textos já reproduzidos em outros portais ou blogs não serão publicados.

Você também pode seguir o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook