Morder, lamber e correr atrás do rabo podem ser sinais de problemas graves com seu cão

Você sabe dizer se as manias do seu cachorro são inofensivas ou se tornaram compulsão? | Foto: Reprodução
Você sabe dizer se as manias do seu cachorro são inofensivas ou se tornaram compulsão? | Foto: Reprodução

Infelizmente até os cães podem desenvolver manias compulsivas. Normalmente, este problema é um indicativo de que algo não vai bem, ou seja, alguma necessidade do animal não está sendo suprida.

Você já observou cães lamberem as patinhas de forma intensa e constante a ponto de provocar irritações na pele e causar ferimentos?

Ou cães que perseguem a própria cauda ou a sombra de forma insistente? Ou ainda aqueles que se locomovem repetindo a mesma rota de percurso?

Unifan Bolsas de até 70% – 300×250

Pois é, estes são alguns exemplos de comportamentos compulsivos comuns de se observar.

O que é 

Podemos definir comportamentos compulsivos como sendo aqueles que, apesar de fazerem parte do repertório comportamental da espécie, apresentam-se de forma repetitiva, intensa e ritmada.

Essas ações, aparentemente não têm função ou objetivo algum, atrapalhando as atividades diárias do seu pet e comprometendo o bem-estar dele.

Ao notar que seu animalzinho apresenta comportamentos compulsivos, o primeiro passo para resolver, ou pelo menos minimizar a compulsão, é identificar a motivação que o leva a realizar tal comportamento.

Seu cachorro tem manias? ATENÇÃO: elas podem ser sintoma de um problema mais grave | Foto: Reprodução
Seu cachorro tem manias? ATENÇÃO: elas podem ser sintoma de um problema mais grave | Foto: Reprodução

Em muitos casos, a falta de atividade é a principal motivação, atingindo animais que não têm estímulo e, por isso, acabam canalizando as suas energias para realizar atitudes compulsivas.

Mais uma razão para você investir nos passeios, brincadeiras e enriquecer o ambiente para estimular física, mental e emocionalmente o seu amigo.

LEIA MAIS: Como cuidar de um cachorro deficiente (cego, surdo etc.)?

Mordendo e lambendo

Em outros casos, os comportamentos compulsivos podem indicar dor devido a problemas de saúde. Um exemplo são as lambeduras e mordeduras intensas.

Estes comportamentos podem ser um indicativo de coceira ou dor. Examine as áreas do corpo que o seu cão lambe mais intensamente e verifique se não há feridas, parasitas (pulgas e carrapatos) ou irritabilidade de qualquer natureza que possam ser motivos de comportamentos compulsivos.

Se for o caso, faça uma visita ao veterinário e, com o tratamento correto, o comportamento deve desaparecer.

Perseguir a própria cauda ou realizar o mesmo trajeto repetidas vezes são sinais de estresse e ansiedade. Infelizmente, é comum observar estes comportamentos em animais confinados em zoológicos.

Promover atividades e o gasto de energia ajudam a minimizar o estresse e a ansiedade e são o caminho para eliminar os comportamentos compulsivos.

Ansiedade e estresse

Este problema pode ter como causa fatores psicológicos (ansiedade e estresse), ambientais (falta de atividade e ambiente inadequado), alergênicas (alergia a alimentos ou produtos de limpeza), parasitárias (carrapatos e pulgas) e ainda dor ou coceira.

Identificando a causa, é importante interromper o comportamento “quebrando” o ciclo vicioso alimentado pelo comportamento compulsivo.

Atividades físicas regulares e o enriquecimento ambiental têm por objetivos direcionar a compulsão a atividades mais saudáveis, diminuindo o estresse, a ansiedade e, consequentemente, o comportamento compulsivo.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter