Ensinar o comando FICA ao seu cachorro é mais fácil do que você pensa

Cachorro, fica! | Foto: Reprodução
Cachorro, fica! | Foto: Reprodução

O adestramento compreende também, além de outras tantas finalidades e benefícios, ensinar comandos básicos de obediência. Desta forma, passamos a nos comunicar melhor com os cães, melhorando assim a comunicação com eles.

Dentre os mais diversos comandos possíveis de serem ensinados, o FICA é um dos que podem auxiliar em diversas situações do dia a dia quando, por exemplo, não queremos que o cão acesse um lugar específico ou que ele espere até que tenha permissão para entrar, se alimentar ou atravessar a rua.

Ensinar o comando FICA exige paciência e persistência do tutor, pois, para os cães, é difícil principalmente por eles valorizarem a companhia. Por este motivo, o treino deve ser gradativo e sempre associado a estímulos positivos.

Economia Total Tatico – 300 x 250

LEIA MAIS: Como treinar seu cachorro para não ter medo de fogos de artifício

Passo a passo

Para ensinar o FICA é necessário que o cão já saiba sentar ou deitar, pois partiremos de um destes dois comandos. Se posicione em pé na frente do cão e peça que ele se sente ou deite.

Depois do cão sentado ou deitado, mostre a palma da mão e diga FICA, depois dê um passo para trás e retorne na posição inicial, sempre recompensando o cão se ele tiver conseguido se manter parado. Aos poucos, evolua o treino. Aumente a distância e o tempo que o cão deve aguardar.

Caso você perceba que o comando é difícil para o cão, não force ou exija demais. Perceba qual é o limite de tempo e distância que ele permanece sob o comando e evolua aos poucos. Desta maneira, evitamos qualquer associação negativa a este comando tão importante. Se isso acontecer, a evolução do comando será dificultada.

Atenção

Se o cão mostrar muita resistência, regrida o treino, diminuindo o critério (distância e tempo), recompensando-o para que se mantenha motivado.

De qualquer forma, mesmo que o cão esteja bem treinando e responda bem ao comando, é importante ressaltar que devemos ter atenção ao abrir portões ou pedir o FICA na rua, pois não podemos prever a reação dele caso algum estímulo muito motivador ou um susto aconteça.

Por este motivo, e para garantir a segurança do cão, é extremamente importante redobrar a atenção ao abrir o portão e sempre utilizar a guia na rua.

Bons treinos!

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter