Goiânia, 86 anos: do tamanho do coração de cada morador

Orgulho do seu povo, a capital busca desenvolvimento sem perder as raízes

Nem mais nem menos. A Goiânia que completa 86 anos nesta quinta-feira, 24, é do tamanho do coração de cada morador que nela reside.

E nessa relação há espaço para tudo: alegria, tristeza, elogio e crítica. A única certeza é o prazer imensurável do goianiense em falar sobre os seus contrastes.

Há quem diga que é a capital mais interiorana do país, outros adoram chamá-la de metrópole.

Goiânia “das mulheres bonitas”, Goiânia “do sertanejo”, Goiânia “da 44”, Goiânia “das feiras”, Goiânia “dos bares”, Goiânia “dos parques”…

O que não falta é adjetivo para a cidade. Uns ficaram no passado, como a Goiânia “das flores” e a Goiânia “da multa”.

Alguns permanecem atuais e desafiadores para o poder público: Goiânia “dos buracos” e Goiânia “da péssima sinalização”.

Mas no frigir dos ovos, entre virtudes e defeitos, a qualidade de vida na capital dos goianos permanece acima da média em comparação com outras cidades do mesmo porte.

O saldo positivo até aqui passa pelo efetivo índice de arborização, pelo controle do número de moradores de rua e por obras estruturantes que assegurem melhoria da mobilidade urbana.

Goiânia completa 86 anos nesta quarta-feira, 24 | Foto: Reprodução
Goiânia completa 86 anos nesta quinta-feira, 24 | Foto: Reprodução

Maturidade

Goiânia será sempre maior do que imaginamos enquanto não existirem “cracolândias”, favelas intransponíveis pelas forças de segurança e omissão do poder público nas áreas de saúde e educação.

Sou morador de Goiânia há 35 anos e tenho mais motivos para aplaudir do que reclamar. Queixas jamais deixarão de existir, afinal o ser humano é insatisfeito por natureza.

Com erros e acertos, a capital atravessa um cenário político-administrativo maduro na relação entre Executivo, Legislativo e Judiciário.

Bem distante dos conturbados afastamentos de prefeitos em dezenas de municípios brasileiros, a maioria por fraude eleitoral ou corrupção.

Comemore, nobre morador, as 86 velinhas no bolo da nossa querida Goiânia. Uma capital que orgulha o seu povo pela busca do desenvolvimento sem perder as raízes.

Confira a programação completa do Aniversário de Goiânia 2019


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook