Lar Maria de Nazaré: 50 anos do orfanato que abrigou mais de 600 crianças

Abrigo cresceu na adversidade graças à dedicação inigualável da Tia Genide

Cuidar de crianças e adolescentes afastados de suas famílias pela Justiça, por maus tratos ou abandono, não é tarefa fácil.

Imagine assumir essa missão por 50 anos consecutivos enfrentando dificuldades e provações de toda ordem.

A gestora Genídes de Araújo, conhecida como Tia Genide, venceu a batalha com o apoio de dezenas de colaboradores.

O Lar Maria de Nazaré, localizado no Centro de Hidrolândia, alcançou reconhecimento público pelo bom atendimento e condições oferecidas aos internos.

Uma grande confraternização marcou, no último sábado, as 5 décadas de desafios superados pelo orfanato, inaugurado em 9 de novembro de 1969.

Projeto de vida da Tia Genide. “Abri mão do casamento, de ter filhos, para construir a grande família do Lar. Me considero abençoada por Deus”, agradeceu.

Oficialmente, o orfanato já acolheu mais de 600 crianças e adolescentes em 4 áreas distintas. 28 anos no atual endereço, que hoje nem de longe lembra o tempo das vacas realmente magras.

O Lar Maria de Nazaré fica no Centro de Hidrolândia | Foto: Arquivo Pessoal
O Lar Maria de Nazaré fica no Centro de Hidrolândia | Foto: Arquivo Pessoal

Compartilhar

“Serei eternamente grato por tudo o que o Lar proporcionou a mim e aos meus 6 irmãos. Aprendemos a valorizar o pouco disponível”, contou Faborino Barbosa da Silva, 23 anos, interno entre 2008 e 2009.

Os irmãos Débora e João Paulo Araújo também aprenderam o real sentido da palavra compartilhar. “A roupa, o brinquedo, o alimento, a oração… Enfim, tudo precisa ser pensado coletivamente”, destacou João Paulo, 26 anos.

Débora permaneceu no orfanato até completar 18 anos. Casada, mãe de dois filhos, percorreu mais de 2 mil km do Pará até Hidrolândia para reencontrar “a sua mãe” e outros internos que lá cresceram.

“Precisava agradecer as cobranças e ensinamentos que recebi. Posso falar por todos, Tia Genide foi uma benção em nossas vidas”, afirmou, emocionada.

Tia Genide recebendo donativos | Foto: Arquivo Pessoal
Tia Genide recebendo donativos | Foto: Arquivo Pessoal

Coração

O Lar Maria de Nazaré é apenas mais uma entre centenas de instituições em Goiás que dependem de colaboradores para continuar prestando o seu papel à sociedade.

A festa do cinquentenário para 200 convidados, aliás, foi realizada exclusivamente com a ajuda de doadores, alguns conhecidos e outros anônimos.

Origem? Valor? Isso fica em 2º plano. O que realmente enobrece é a certeza do amparo – material e psicológico – a crianças e adolescentes vítimas de abusos, de maus tratos ou da indiferença de quem os colocou no mundo.

A missão da Tia Genide é inigualável, um dom de Deus, materializada no êxito alcançado pelo Lar Maria de Nazaré.

Abrace uma causa solidária e abra o seu coração para seguir exemplos desta magnitude. Isso não tem preço.

2 pais que se foram em 4 meses: “Guerreiros no fundo do peito”


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook