Calor pra cachorro! Confira as MELHORES DICAS para refrescar seu pet

Calor pra cachorro! Confira as MELHORES DICAS para refrescar seu pet | Foto: Reprodução
Calor pra cachorro! Confira as MELHORES DICAS para refrescar seu pet | Foto: Reprodução

Chegamos à estação mais quente do ano. Com a chegada do verão, os dias de calor intenso e temperaturas elevadas se tornam mais frequentes, e assim como nós, os nossos pets também podem sofrer com o calor excessivo.

Para garantir a saúde e o bem-estar dos pequenos, algumas precauções e cuidados simples devem ser tomados.

publicidade

Passeios

Nos dias de calor intenso, evite passear com seu cão nos horários mais quentes do dia. Procure passear no início da manhã ou fim da tarde, quando as temperaturas são mais amenas. Antes de sair para o passeio, verifique também a temperatura do chão.

LEIA MAIS: Veja como fazer com que seu cachorro pare de pular nas visitas e morder os móveis

Você deve encostar as costas da mão no substrato e averiguar se a temperatura é confortável para as patas do seu pet. Outra dica para o passeio e levar água fresca para garantir a hidratação do amigo e optar por trajetos sombreados e mais curtos.

Passeio de carro

Nunca deixe seu pet preso dentro do carro. Em dias quentes, a temperatura dentro do carro pode subir rapidamente ocasionando superaquecimento e desidratação que podem levá-lo a óbito.

Ambiente

Procure proporcionar abrigos sombreados, frescos e arejados, protegendo seu pet do calor. Disponibilize água fresca em local de fácil acesso e abrigado do sol.

É comum cães que gostam de água, como o Labrador e o Golden, virarem os potes e deitar sobre a água para se refrescar. Por este motivo, disponibilize mais de uma vasilha para o seu amigo.

Perda de calor

É comum observarmos cães com a boca aberta, a língua de fora e a respiração acelerada, após fazerem caminhada ou brincarem muito. Esta é a forma que os cães transpiram e resfriam o corpo quente, ou seja, a transpiração acontece através da boca e também dos coxins da pata (as “almofadinhas”).

Por este motivo, raças braquicefálicas (as de focinho achatado, como o Pug e o Bulldog) apresentam mais dificuldade para resfriar o corpo e exigem mais cuidado nos dias quentes.

Tosa

No calor, é comum tutores optarem pela tosa dos animais. Esta é uma opção para ajudar na dispersão do calor corporal, porém, existem raças em que a tosa não é recomendada.

Raças que apresentam sub-pêlos, por exemplo, o Akita, o Huski, o Chow chow e o Samoieda, tem uma pelagem dupla que os protegem de temperaturas extremamente frias e altas.

Por este motivo, tosar estas raças é um engano. Se o fizermos, retiramos a sua proteção térmica natural, além de prejudicar o crescimento da pelagem.

Cuidados com cães e gatos no calor do verão | Foto: Reprodução
Cuidados com cães e gatos no calor do verão | Foto: Reprodução

Brincadeiras geladas

Devemos deixar sempre a disposição água limpa e fresca para que o pet se mantenha bem hidratado nestes períodos de calor. Além da água fresquinha, podemos oferecer alguns agrados aos nossos filhotes.

A água oferecida pode ser gelada e acompanha de cubos de gelo. Podemos oferecer também água de coco e frutas geladas ou congeladas.

Exposição ao sol

Algumas raças de pelo curto e pelagem clara podem apresentar uma pele mais sensível e sofrer mais com a exposição ao sol. Pera estes cães, recomenda-se fazer uso de protetores solares específicos para pets. Consulte o seu veterinário.

Prevenção

Nesta época do ano ocorre o aumento de parasitas, como pulgas e carrapatos, que podem transmitir doenças aos animais. Mantenha sempre em dia o antipulgas e o remédio contra carrapatos.

Agora, bom verão a todos!

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter