Prazo de desincompatibilização de secretários pode ser esticado para para 15/07 caso haja o adiamento das eleições por meio de PEC | Foto: Montagem/FZ
Prazo de desincompatibilização de secretários pode ser esticado para para 15/07 caso haja o adiamento das eleições por meio de PEC | Foto: Montagem/FZ

Quem ainda não se desincompatibilizou para a pré-candidatura não se desincompatibiliza mais. A não ser que a data do 1º turno seja adiada.

Isso porque já foi construído um consenso entre os presidentes da Câmara (Rodrigo Maia) e Senado (Davi Alcolumbre) de que o adiamento das eleições deve ocorrer mesmo para 15 de novembro.

O feriado da Proclamação da República foi usado como data eleitoral durante todo o período da Ditadura Militar, costume que foi alterado com a Constituição de 1988.

Caso ocorra o adiamento por meio de Proposta de Emenda à Constituição, todo o calendário eleitoral também deve sofrer alterações.

Com isso, o prazo de 4 meses antes do pleito para que pré-candidatos deixem seus cargos na administração pública também deve ser empurrado para frente.

A atual data limite de desincompatibilização, atingida em 4 de junho, seria então renovada pra 15 de julho.

Reflexos

Essa renovação do prazo pode ter reflexo na corrida eleitoral em Goiânia e Aparecida.

Sem alterações, secretários municipais que continuam no cargo não poderiam mais se lançar candidatos a prefeito ou vice-prefeito.

Essa é a situação em que se encontram Paulo Ortegal e Agenor Mariano, em Goiânia, e Tatá Teixera, em Aparecida.

Todos eles eram cotados como nomes fortes para uma vaga de vice nas chapas de Iris Rezende e Gustavo Mendanha, respectivamente.

Possível vantagem

Com uma prorrogação de quase 1 mês e meio, eles teriam um prazo maior para negociar e decidir por uma eventual candidatura.

Essa possibilidade, porém, não agrada os pré-candidatos que já se desincompatibilizaram.

No âmbito do Governo Estadual, é o caso de Wilder Morais, que deixou a Secretaria de Indústria e Comércio para disputar a Prefeitura de Goiânia pelo PSC.

Nos bastidores, alguns deles dizem que se sentiriam prejudicados caso seus concorrentes obtivessem essa “vantagem”.

Desincompatibilização: Após longa reunião, Tatá atende chamado de Gustavo


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook