Alego retomou atividades presenciais na 4ª feira (22), em escala restrita e medidas sanitárias, para prevenir contaminação | Foto: Carlos Costa
Alego retomou atividades presenciais na 4ª feira (22), em escala restrita e medidas sanitárias, para prevenir contaminação | Foto: Carlos Costa

A Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) adotou rigorosas medidas de prevenção do coronavírus para retomar as atividades presenciais na última 4ª feira (22), no período das 8h às 13h.

Além da escala dos funcionários, um trailer instalado na entrada do prédio servirá de base para o controle do fluxo na Casa.

Nele, será feita a medição da temperatura corporal de todos os ingressantes, por termômetros a laser sem contato físico.

Também passou a ser obrigatória a higienização profilática de mãos, com álcool gel, e calçados, por meio de um borrifador.

Por fim, todos os servidores devem usar máscara de proteção para ingressar nas dependências da Casa e permanecer utilizando-as durante todo o período de permanência.

A Polícia Legislativa ficou responsável por fiscalizar a determinação, com poderes para restringir a entrada e limitar a permanência de quem estiver sem máscara.

Sessões remotas

Sessão ordinária remota na Assembleia Legislativa de Goiás | Foto: Ruber Couto
Sessão ordinária remota na Assembleia Legislativa de Goiás | Foto: Ruber Couto

Apesar da reabertura, estão suspensos todos os eventos na Alego, abrangendo sessões solenes, eventos de lideranças partidárias e  frentes parlamentares, audiências públicas e cursos.

Segundo o presidente do Legislativo, Lissauer Vieira (PSB), a retomada das sessões presenciais em plenário só deve ocorrer em maio, quando será realizada uma avaliação sobre o avanço da covid-19 no Estado.

Assim, as sessões ordinárias seguem sendo realizadas pelo sistema remoto implantado na Casa em decorrência do isolamento social.

Goiás tem 438 casos de coronavírus [ATUALIZAÇÃO]


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook