Aliado histórico deixa a base governista

Sandes Júnior não fez objeção à aliança com o MDB e passa a ser peça importante na campanha de Daniel Vilela

Sandes Júnior, Vanderlan Cardoso, Alexandre Baldy, Daniel Vilela e Heuler Cruvinel oficializaram aliança na noite do último domingo, 5 | Foto: Divulgação
Sandes Júnior, Vanderlan Cardoso, Alexandre Baldy, Daniel Vilela e Heuler Cruvinel oficializaram aliança na noite do último domingo, 5 | Foto: Divulgação

Essa foto caiu como uma bomba na chamada base aliada.

Quem imaginaria que o deputado federal Sandes Júnior, do PP, aliado de Marconi Perillo por muitos anos, estaria hoje apoiando um candidato do MDB para o Governo de Goiás?

Quase ninguém imaginou isso.

publicidade

Sandes sequer fez objeção à aliança do seu partido com o MDB goiano.

Ele, Heuler e os demais progressistas sabem, por meio de levantamentos qualitativos e quantitativos, que os 20 anos de poder de Marconi Perillo são uma carga muito pesada para carregar nas eleições deste ano.

E, no entendimento do PP, o caminhão chamado “base aliada” não suporta esta carga.

Vai ter dificuldades para concluir o trajeto e terá que trocar peças no percurso.

Preferiram um caminhão mais novo.

Para os progressistas, o caminhão de Daniel Vilela é o único que pode parar a carreta sem freio do senador Ronado Caiado, do DEM, hoje líder em intenções de votos em todas as pesquisas.

LEIA MAIS: Briga e confusão marca Convenção do PP

Marconi Perillo pede votos para Sandes Júnior em palanque eleitoral. Ainda na foto, o ex-deputado Vilmar Rocha, escolhido como primeiro suplente de Perillo apesar de ter dito que não pedirá votos para o governador José Eliton em 2018 | Foto: Reprodução
Marconi Perillo pede votos para Sandes Júnior em palanque eleitoral. Ainda na foto, o ex-deputado Vilmar Rocha (PSD), escolhido como primeiro suplente de Perillo apesar de ter dito que não pedirá votos para o governador José Eliton em 2018 | Foto: Reprodução

Histórico

Radialista, João Sandes Júnior foi eleito pela primeira vez em em 1988. Seu primeiro cargo na vida pública foi como vereador de Goiânia.

Depois, elegeu-se por três vezes seguidas como deputado estadual (em 1990, 1994 e 1998).

A partir de 2002, Sandes foi eleito deputado federal por Goiás, sendo reeleito em 2006 e 2010.

Pela Prefeitura de Goiânia, concorreu por três vezes: em 1992, 2004 e 2008.

No último ano, foi o candidato do governador Marconi Perillo e ficou em segundo lugar, atrás de Íris Rezende (MDB).


Quer receber notícias dos bastidores da política?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos do Estado de Goiás.

Mande uma mensagem para o Whatsapp do Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais do Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias de política”.