1 deles será eleito vereador em 2020, aposta MDB Jovem de Aparecida | Fotos: Reprodução / Instagram
1 deles será eleito vereador em 2020, aposta MDB Jovem de Aparecida | Fotos: Reprodução / Instagram

O MDB Jovem aposta que elegerá pelo menos 1 de 3 de seus principais pré-candidatos à Câmara de Aparecida em 2020.

Eles fazem parte do grupo de jovens com menos de 30 anos montado pelo presidente do JMDB, Rogério Almeida.

Após receber o aval do líder municipal do partido, Léo Mendanha, Rogério adiantou à Folha Z que tem recebido muitos pedidos de filiação.

Segundo ele, a entrada desses novatos será analisada a partir de janeiro do ano que vem, já no período pré-eleitoral.

Confira o perfil de cada um dos 3 pré-candidatos:

Wellder Gabriel

Por ser empresário do ramo de clínica médica, Wellder tem forte ligação com a saúde.

Sua empresa presta serviços médicos de clínica, cardiologia e exames em geral, como ultrassonografias, audiometria, eletroencefalograma, eletrocardiograma e exames laboratoriais.

Prefeito Gustavo Mendanha e Wellder Gabriel | Foto: Reprodução
Prefeito Gustavo Mendanha e Wellder Gabriel | Foto: Reprodução

Jardel Bispo

Aos 27 anos, Jardel é advogado pós-graduado em Direito Civil e Processo Civil.

Filiado ao MDB há 9 anos, ele prega as bandeiras da educação, saúde, segurança e esporte.

Jardel Bispo | Foto: Reprodução
Jardel Bispo | Foto: Reprodução

Vitor Bueno

Recém-chegado aos quadros do MDB, Vitor Bueno tem 22 anos, é formado em Produção Fonográfica pela Universidade Anhembi Morumbi (SP) e atualmente cursa Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

Ele é filho do ex-deputado estadual Luis Cesar Bueno e atua na Secretaria de Projetos e Captação de Recursos de Aparecida.

Vitor Bueno e Rogério Almeida | Foto: Reprodução
Vitor Bueno e Rogério Almeida | Foto: Reprodução

O novo chefe do AparecidaPrev


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook