PSL não anuncia nome para 2020 e Waldir fala de aliança com Mendanha

Delegado disse que tem a missão de tornar o PSL o maior partido de Goiás

O anúncio tão esperada do nome do PSL, que disputará a Prefeitura de Aparecida de Goiânia, não foi revelado durante o 1º Encontro Nacional de Filiação, que ocorreu neste sábado, 17, no Espaço Master Hall (Jd Santo Antônio), em Goiânia.

Havia uma expectativa muito grande no meio político aparecidense da divulgação do nome.

Na última quinta-feira, 15, o presidente do PSL na capital, Carlos Sulim, garantiu ao Folha Z que durante o evento haveria uma grande surpresa.

“Suspeito que a novidade seja 1 nome de Aparecida, mas não posso adiantar”, afirmou Sulim.

Delegado Waldir e os demais deputados do PSL: Paulo Trabalho, Major Araújo e Humberto Teófilo
Evento marcou filiação do deputado Major Araújo no PSL | Foto: divulgação

Delegado Waldir fala sobre Aparecida

Em entrevista à reportagem na manhã desse sábado, o deputado falou sobre as eleições de 2020 na cidade.

“Teremos nome forte disputando a Prefeitura de Aparecida. E não é o delegado Waldir. Tenho a missão de tornar o PSL o maior partido do Estado e preparar a nossa sigla para as eleições de 2020 e 2022”, declarou.

Aliança com Gustavo Mendanha

Waldir disse que só há 1 possibilidade do PSL caminhar com o prefeito Gustavo Mendanha:

“Se ele quiser sair do MDB e vim pro PSL ele tem o meu total apoio”.

Questionado se o candidato do partido seria seu filho (o universitário Vinicius Guilherme, de 21 anos) ou um grande empresário de Aparecida, o delegado declarou:

“Vinicius não está na política e nem filiado ao PSL ele é. Não posso adiantar o nome. Eu garanti o sigilo. O candidato está trabalhando e no momento certo eu vou anunciar”.


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

 

 

Comentários do Facebook