Vilmarzim e Mendanha entre tapas e beijos

Foi no aniversário de Aparecida, em maio deste ano, que o problema começou a ser notado com maior destaque

Permanece o distanciamento entre o presidente da Câmara de Aparecida, Vilmarzim Mariano, e o prefeito da cidade, Gustavo Mendanha.

Apesar de serem do mesmo partido, o MDB, Vilmar e Gustavo mantêm uma relação afastada aos olhos do público.

Foi no aniversário de Aparecida, em maio deste ano, que o problema começou a ser notado com maior destaque.

Vilmarzim não foi ao evento e disse que tinha uma viagem marcada para a data.

Depois disso, ele não compareceu aos mutirões da Prefeitura de Aparecida.

O mesmo em relação ao Paço Municipal: o presidente não tem sido visto na sede do Executivo nos últimos meses.

A situação é diferente em relação aos outros vereadores da base, figuras constantes em eventos e reuniões com o prefeito.

LÍDER DE AUDIÊNCIA EM APARECIDA

Câmara

Mas, mesmo afastado de Mendanha em público, Vilmar não faz oposição dentro da Câmara.

Lá, ele tem conduzido as sessões de forma a ajudar a aprovar os projetos enviados pelo Executivo.

Reeleição

Nos bastidores, a possibilidade de que o presidente da Casa não se candidate à reeleição no ano que vem foi propagada.

O presidente municipal do MDB, Léo Mendanha, porém, disse que a hipótese não foi discutida entre eles.

“Se Vilmarzim disser que não pretende concorrer, vou insistir para que ele mude de ideia”, disse Mendanha.

Após 2 anos em obras, Paço Municipal tem data de entrega definida


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook