Em entrevista coletiva nesta 5ª feira (26), o governador Ronaldo Caiado (DEM) afirmou que sua equipe avaliará se prorrogará a quarentena decretada em Goiás até o dia 4 de abril.

Segundo ele, a análise determinará, cientificamente de forma técnica, quais setores poderão gradativamente voltar a funcionar.

“Precisamos esclarecer uma coisa: quarentena não é 40 dias, muito menos 4 meses. Quarentena é o período em que nos colocamos em isolamento social”, afirmou.

Para o governador, a “melhor estratégia” para salvar vidas no momento é o isolamento social.

Porém, ele ressaltou que não ignora a questão dos abalos econômicos da crise do coronavírus em Goiás e no Brasil.

“A economia não precisa trazer todo esse pânico generalizado. Eu, mais do que ninguém, quero sair dessa crise com poucos óbitos (para nossa imensa tristeza, uma paciente morreu hoje) e a economia restabelecida!”, declarou.

Veja no vídeo a entrevista:

1ª morte por coronavírus é registrada em Goiás


Acompanhe tudo que acontece em Goiás seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook