Câmara impõe 2 derrotas a Mendanha nesta 4ª

Uma das matérias mantidas por votação no Plenário, contra a vontade do Executivo, é o projeto que fixa convênios para empresas montarem pontos de ônibus com painéis, tomadas e até Wi-Fi

Momento em que vereadores se levantam para declarar voto de rejeição ao veto do prefeito Mendanha a projetos da Câmara | Foto: Folha Z
Momento em que vereadores se levantam para declarar voto de rejeição ao veto do prefeito Mendanha a projetos da Câmara | Foto: Folha Z

Vereadores derrubaram vetos do prefeito de Aparecida Gustavo Mendanha a projetos da Câmara em sessão ordinária nesta quarta, 18.

Foram alvo da discussão os projetos de lei 059/19 e 052/19.

O 1º, de autoria do vereador Arnaldo Leite (MDB), trata da criação do programa “Adote um Abrigo de Ônibus”.

Já o 2º é de autoria do vereador Gleison Flávio (MDB) e dispõe sobre a inclusão do grupo sanguíneo e do fator RH no uniforme dos alunos da rede municipal de ensino da cidade.

Para a rejeição ao veto do Executivo, de acordo com o Regimento Interno da Câmara,  é necessário o voto da maioria absoluta dos vereadores.

Agora, com a derrubada dos vetos, as matérias voltarão à prefeitura para que sejam sancionadas e transformadas em lei.

Adote um Abrigo de Ônibus

Vereador Arnaldo Leite (MDB) | Foto: Folha Z
Vereador Arnaldo Leite (MDB) | Foto: Folha Z

De acordo com Arnaldo Leite, o programa “Adote um Abrigo de Ônibus” visa criar pontos de ônibus duráveis e sustentáveis, com segurança, conforto e tecnologia para quem utiliza os ônibus em de Aparecida de Goiânia.

O parlamentar justificou que a infraestrutura de grande parte dos abrigos em ponto de parada de ônibus para embarque e desembarque de passageiros na cidade não possuem condições adequadas.

O programa propõe a parceria público/privada, no sentido de fazer o reaproveitamento de contêineres ou outras estruturas, adequando-os a abrigos de ônibus.

Segundo o PL, todos os abrigos de ônibus devem possuir:

  • Placas solares;
  • Painéis com horários e informações das linhas que por ali passam;
  • Tomadas para recarga de celular;
  • Wi-Fi gratuito;
  • Acessibilidade para deficientes;
  • Lixeiras de coleta seletiva.

Em contrapartida, a empresa poderá utilizar do espaço para fazer publicidade e propaganda de seu empreendimento.

Grupo sanguíneo

Vereador Gleison Flávio (MDB) | Foto: Reprodução
Vereador Gleison Flávio (MDB) | Foto: Reprodução

Já o vereador Gleison Flávio justifica seu Projeto de Lei ao afirmar que desconhecer o grupo sanguíneo e o fator Rh de uma pessoa pode prejudicar seu atendimento, colocando em risco sua saúde.

A adoção desta medida facilitaria a assistência aos alunos em caso de emergência, contribuindo para que os diversos profissionais da área de saúde possam desempenhar de forma ágil e eficaz suas funções.

Segundo a proposta, as identificações deverão ser afixadas na parte dianteira superior direita da peça do uniforme, tais como blusão, camisa, camiseta, agasalho e outros correlatos.

Bairros de Aparecida receberão 9 novos Cmeis com verba federal


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade!

Mande uma mensagem para o Whatsapp do Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais do Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias da política de Aparecida”.

Comentários do Facebook