Câmara é esvaziada em dia de sessão que apreciaria implementação de emendas impositivas ao orçamento em Aparecida | Foto: Ilustrativa
Câmara é esvaziada em dia de sessão que apreciaria implementação de emendas impositivas ao orçamento em Aparecida | Foto: Ilustrativa

Sessão que apreciaria o projeto das emendas impositivas ao orçamento em Aparecida foi esvaziada na Câmara Municipal.

Dos 25 vereadores da casa, 17 deram suas assinaturas para permitir a propositura da emenda à Lei Orgânica do Município de autoria de André Fortaleza (PRTB).

Mas o problema é que, nessa quinta, 12, não havia quórum suficiente na sessão para apreciar a matéria.

Segundo suspeita de fontes ouvidas pela reportagem, o esvaziamento foi articulado por 1 interlocutor do Executivo, que não vê com bons olhos a votação do projeto “por agora”.

Outro fator que se somou a essa articulação, segundo servidores da Casa, é o “ciúme” em relação ao protagonismo de André na matéria.

O vereador, por sua vez, ficou chateado com a atitude de alguns colegas e reafirmou que apenas “luta por independência”, por não querer uma “Câmara presa ao Executivo”.

Projeto dá a vereadores direito de destinar verbas a bairros


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook