Câmara não aprova saída de Neyde Aparecida da Secretaria Municipal de Educação

Neyde Aparecida, secretária municipal de Educação
Neyde Aparecida, secretária municipal de Educação

O plenário da Câmara Municipal de Goiânia rejeitou por maioria de votos, nessa quinta-feira (2), requerimento do vereador Djalma Araújo (SDD) que pedia a destituição de Neyde Aparecida do cargo de secretária municipal de Educação.

A justificativa do vereador é que recebeu “denúncias de irregularidades na distribuição da merenda escolar, fato que vem ocorrendo a algum tempo naquela pasta.”

O presidente da Casa, Anselmo Pereira (PSDB), e os vereadores Elias Vaz (PSB), Cristina Lopes (PSDB), Djalma Araújo (SDD), Geovani Antônio (PSDB) e Paulo da Farmácia (PROS) se reuniram com uma comissão instalada pela prefeitura para averiguar os indícios de irregularidades na distribuição da merenda escolar pela Secretaria Municipal de Educação e da qual Neyde Aparecida participa. Ela afirmou que na análise preliminar não foram verificadas nenhuma irregularidade.

Anselmo Pereira destacou que durante a reunião de ontem ficou definido que a Secretaria Municipal de Educação deverá prestar contas, quadrimestralmente, às comissões da Criança e Adolescente e da Educação, Cultura e Tecnologia na Câmara Municipal.

Nesta prestação, deverão ser apresentados relatórios detalhados sobre compras, entregas e controle das merendas escolares no município de Goiânia.

Comentários do Facebook