CCJ vai realizar audiência pública sobre aumento do IPTU. Para Elias Vaz, 25% prejudicará comerciantes do Centro e de Campinas

Vereador Elias Vaz, presidente da CCJ
Vereador Elias Vaz, presidente da CCJ

Foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Câmara Municipal de Goiânia, requerimento para realização de audiência pública sobre o aumento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e do Imposto Territorial Urbano (ITU).

A data e o horário ainda não foram definidos. “Sou contra qualquer aumento de IPTU em função da grave crise que o País tem passado”, frisa Elias Vaz (PSB), presidente da CCJ.

O projeto de lei prevê que mais de 114 mil imóveis acima de R$ 200 mil que tiveram maior valorização nos últimos anos na capital poderão ter acréscimo de cerca de 25%.

Prejuízo no comércio

Segundo Elias Vaz, essa situação prejudicará comerciantes do Centro e de Campinas, por exemplo. “A maioria desses comerciantes tem imóveis com valor venal acima de R$ 200 mil, mas está tentando sobreviver em meio à crise e qualquer aumento vai prejudicá-los ainda mais”, completa o vereador.

Comentários do Facebook