Choque e cavalaria da PM são convocados para acompanhar sessão sobre OS

Cavalaria da PM-GO (Foto: Ângela Scalon/Ilustrativa)
Cavalaria da PM-GO (Foto: Ângela Scalon/Ilustrativa)

Devido à tensão social em torno da Organizações Sociais (OSs) na educação do Estado, equipes do choque, da cavalaria, do batalhão e dois ônibus da RMTC foram colocados no Centro Cultural Oscar Niemeyer, local onde será realizada a sessão pública de abertura dos envelopes com as propostas técnicas de OS na manhã desta segunda-feira (15).

Depois de várias manifestações, membros do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da Frente Brasil Popular ocuparam a sede da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), no Setor Oeste, em Goiânia, na tarde do último domingo (14).

Os manifestantes planejam marchar até o local da abertura dos envelopes, apoiados por estudantes que já ocupavam parte da secretaria desde o dia 26.

LEIA MAIS: Vaca Brava e Cascavel transbordam e deixam rastro de estragos da chuva em Goiânia

OS municipal

Para o município, o prefeito Paulo Garcia (PT) suspendeu a comissão especial que definiria o processo de contratação de OS para administrar o Cais Novo Horizonte.

Portaria publicada pela Secretaria Municipal de Saúde no dia 4 de fevereiro criando a comissão foi motivo de críticas da executiva municipal do PT. Membros do partido argumentam que são contrários à terceirização das gestões na saúde e educação.

Comentários do Facebook