Collor critica Operação Lava Jato e desabafa no Twitter

Collor desabafou no Twitter (Foto: Reprodução)
Collor desabafou no Twitter (Foto: Reprodução)

Após o cumprimento dos mandados de busca e apreensão da Polícia Federal (PF), nessa terça-feira (14), o senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) usou o Twitter para repudiar a 16ª fase da Operação Lava Jato.

Segundo o ex-presidente, a ação foi invasiva, arbitrária e “flagrantemente desnecessária.” Para ele, “os fatos investigados datam de pelo menos mais de dois anos”. Collor se justifica ao afirmar que jamais foi chamado para prestar esclarecimentos.

“Medidas dessa ordem buscam apenas constranger o destinatário, alimentar o clima de terror e perseguição e, com isso, intimidar futuras testemunhas”, escreveu o senador.

Para o ele, a ação da PF “traduz os tempos em que vivemos, em que o Estado Policial procura se impor ao menoscabo das garantias individuais”.

Na residência de Brasília de Collor foram apreendidos três veículos de luxo: uma Ferrari, um Porsche e uma Lamborghini.

Comentários do Facebook