As contas relativas a 2018 da Câmara de Aparecida foram aprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás.

O parecer foi aprovado pela 2ª turma do tribunal no final de novembro deste ano.

A saúde financeira do Legislativo foi considerada regular pelos conselheiros.

Procurador da Câmara Davi Mendanha e presidente da Casa Vilmar Mariano | Foto: Montagem
Procurador da Câmara Davi Mendanha e presidente da Casa Vilmar Mariano | Foto: Montagem

No período analisado, a gestão da Casa estava sob responsabilidade do presidente Vilmar Mariano (MDB), auxiliado pelo procurador Davi Mendanha.

No entanto, o acórdão também fez um alerta para que o gestor adote “as medidas necessárias para o devido cumprimento dos Limites de Gastos com Pessoal”, conforme estabelece a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Prefeitura faz doação para sede da Câmara de Aparecida


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook