TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição de 2020 | Foto: Reprodução
TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição de 2020 | Foto: Reprodução

Por unanimidade, o plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou a realização de convenções partidárias virtuais.

Os eventos para escolha dos candidatos nas eleições municipais de 2020, previstas para o período de 20 de julho a 5 de agosto, terão adaptações devido às recomendações de distanciamento social durante a pandemia da covid-19.

Pela decisão, ficou estabelecido que os partidos têm liberdade de estabelecer regras e procedimentos para as convenções partidárias virtuais, desde que garantam ampla publicidade a todos os filiados e atendam as exigências da legislação.

Líderes partidários consultados pela reportagem em Goiânia e Aparecida afirmaram que a nova realidade exige adaptação.

Porém, todos ressaltam que os últimos meses serviram de “laboratório” para esse cenário, com a realização constante de lives e reuniões por meio da internet.

Calendário

O TSE também decidiu que não alterará o calendário eleitoral sem prévia autorização do Congresso.

Dessa maneira, o pleito segue previsto para ocorrer em outubro.

(Redação com informações da Agência Brasil.)

Glaustin teme que eleições durante isolamento produzam resultados ruins


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook