Para coronel Silvio, ‘Aparecida precisa ser melhor cuidada’

Coronel Sílvio concede entrevista exclusiva ao jornalista Guilherme Coelho do Folha Z / Foto: Alex Villas Boas
Coronel Sílvio concede entrevista exclusiva ao jornalista Guilherme Coelho do Folha Z / Foto: Alex Villas Boas

Candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo Professor Alcides Ribeiro Filho (PSDB), o coronel Silvio Benedito (PP) reafirmou, em evento de campanha ocorrido na semana passada, que a Segurança deve ser o lema de sua atuação no período eleitoral e num possível mandato. Para ele, apesar da pasta ser uma atribuição estadual, o município pode e deve desenvolver medidas para garantir ou, ao menos, contribuir com a segurança da população. “É obrigação da prefeitura promover ações que reduzam a criminalidade, pois as pessoas moram no município, nos bairros e o administrador local tem que zelar pela segurança da população”, considera.

O candidato explica que a pasta será prioridade no plano de governo, principalmente no que se refere à participação municipal no combate à violência. Segundo o coronel, há várias formas de atuar na segurança pública. O candidato cita, como exemplo, a realização de convênios com a Polícia Militar, uso de motocicletas e radiocomunicação, de celulares, centrais de videomonitoramento. “Não dá para fugir do tema, Aparecida precisa ser melhor cuidada. Para isso, o prefeito terá que trazer recursos, fazer convênios inclusive, com a Polícia Civil, Polícia Federal e com o Ministério da Justiça. É possível reduzir a violência, basta vontade para agir”, enfatiza.

LEIA MAIS: Andrey Azeredo critica propostas demagógicas e aposta em seus 20 anos de experiência na administração pública

publicidade

Outra medida que faz parte do plano de governo de sua chapa – Professor Alcides/Coronel Silvio – é investir na criação do plano de cargos e salários da Guarda Civil Municipal. Segundo o candidato, o profissional precisa receber um salário digno para se sentir valorizado. “Não aumentaremos apenas o salário. Investiremos ainda na qualificação profissional, ampliaremos a autonomia da guarda e aumentaremos o número de viaturas para realizar um monitoramento mais ostensivo”, planeja.

Desafio

Silvio Benedito explica que o convite do governador Marconi Perillo (PSDB) e do vice-governador, José Eliton (PSDB), para ingressar na vida pública representou uma chance de agradecer à população aparecidence. “Toda minha vida pessoal e profissional devo à Aparecida de Goiânia. Quando recebi (o convite) percebi que era hora de agradecer”, diz ex-comandante geral da Polícia Militar de Goiás. Mas, o martelo para seguir na carreira política só foi batido depois que o militar conversou com o presidente de seu partido, Senador Wilder Morais. “Ele me apoiou muito na minha escolha. Disse que tenho o perfil de liderança que Aparecida precisa”, conta.

LEIA MAIS: Cadáveres são encontrados dentro de cisterna em distrito de Anápolis

Com decisão tomada, o passo seguinte foi dar entrada para reserva da corporação, após três anos à frente do comando geral da Polícia Militar goiana, e mais de 30 anos de serviço. “Moro em Aparecida há 42 anos e foi na cidade que exerci todas as minhas funções, de tenente a coronel, de onde saí pelo belo trabalho que fiz junto com meus oficiais e meus policiais direto para o comando geral”, relembra.

Apesar de ser sua primeira eleição, coronel Silvio já tem metas bem definidas para atuar. “Entrei para fazer o bem. Não pretendo fazer conchavos milionários, não entrei para roubar. Quero acabar com a corrupção que tem na administração de Aparecida”, frisa. Quanto ao convite de ser o vice-prefeito da Coligação Avança Aparecida (composta pelos partidos PSDB, PP, PEN, PMN, PROS, PV, Rede, PT do B, PSL, PSDC e PTN), coronel Silvio diz que integrar a chapa foi uma decisão que considerou natural, visto que o PSDB e PP caminham juntos em Goiás desde 1998.

LEIA MAIS: Família é mantida refém dentro de casa no Jardim Planalto

Legado

Coronel Sílvio Benedito, em sua longa carreira policial, ocupou vários cargos importantes na Polícia Militar de Goiás. De 2011 a 2013, por exemplo, foi comandante do 2º Comando Regional da Polícia Militar (2º CRPM), com sede em Aparecida. De 2013 a 2016, foi comandante-geral da PM de Goiás. “Eu sou o que sou, porque tive educação e não desperdicei as boas oportunidades na vida. Alcancei o mais alto posto da corporação, porque estudei. A educação é fundamental para progredirmos, por isso ela não ficará esquecida em Aparecia”, garante.

O alerta do Coronel Silvio não é em vão. Para o militar, educação é prioridade e deve ser levada com responsabilidade. Para isso, o plano de governo prevê a implantação do ensino integral na educação básica do 1ª ao 9ª ano em todas as escolas municipais. Também faz parte das metas a valorização do profissional com a realização de concursos públicos específicos e o pagamento do piso do professor.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter