Hoje sem função, Coronel Sílvio pode ser aproveitado em Aparecida

Ex-comandante geral da PMGO é considerado um quadro técnico e qualificado para posição na prefeitura

Coronel Sílvio é cogitado para secretaria em Aparecida de Goiânia | Foto: Valdemy Teixeira
Coronel Sílvio é cogitado para secretaria em Aparecida de Goiânia | Foto: Valdemy Teixeira

O nome do ex-comandante da Polícia Militar coronel Sílvio Benedito Alves (PP) foi lembrado para assumir a Secretaria de Mobilidade e Defesa Social em Aparecida de Goiânia.

A substituição de Luziano da Costa Vale, atual titular da pasta, já é cogitada pela prefeitura.

E Coronel Sílvio é considerado pelo seu partido, hoje na base do prefeito Gustavo Mendanha (MDB), um quadro técnico e qualificado para a posição.

Coringa

A 1ª escolha para substituir Luziano seria Fábio Passaglia.

Há duas semanas, o Folha Z noticiou que Passaglia seria o “coringa” do prefeito Gustavo Mendanha, apto a assumir qualquer secretaria a qualquer momento.

Porém Fábio já ocupa atualmente a posição de secretário interino de Governo.

Dessa maneira, apenas caso Ozair José recue da recente decisão de não assumir o Governo, Passaglia pode ser remanejado para a Defesa Social.

Interina e informalmente, o secretário executivo Pastor Avelino tem respondido pelo setor e é um dos cotados para tomar posse definitivamente na pasta.

Mas o nome de Coronel Sílvio também foi lembrado como opção para o cargo e até chegou a ser apresentado para o presidente do MDB municipal Leo Mendanha, pai do prefeito.

Currículo

Sílvio Benedito ingressou na PM em julho de 1985.

Durante a carreira, foi de tenente a coronel trabalhando em Aparecida.

No 8º BPM, ocupou as funções de corregedor e chefe da PM-2 (seção de inteligência).

Também chefiou o 2º Comando Regional da PM, em Aparecida, no período de abril de 2011 a março de 2013.

Logo depois, assumiu o comando geral da corporação.


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook