Demóstenes quer criar órgão para atender crianças carentes no Entorno

Em Valparaíso, ele disse também que lutará para instalar escolas de tempo integral no município

Candidato Demóstenes Torres anuncia investimentos em educação para Valparaíso de Goiás | Foto: Divulgação
Candidato Demóstenes Torres anuncia investimentos em educação para Valparaíso de Goiás | Foto: Divulgação

O Procurador de Justiça e candidato a deputado federal Demóstenes Torres defendeu em reunião no município de Valparaíso de Goiás, na região do Entorno de Brasília, investimentos em educação no município.

A ação, pois, seria por meio da criação de uma instituição para atender às crianças carentes da cidade.

Demóstenes também recordou a sua atuação como secretário de Segurança Pública, quando levou benefícios e reduziu o índice de criminalidade na região.

publicidade

“Eu fui professor por seis anos de escola primária, depois de segundo grau e mais adiante me tornei professor universitário também”, disse.

“Portanto, uma paixão que eu tenho é a escola em tempo integral”, continuou.

“Vamos ajudar a criar uma instituição para receber apoio do governo federal e atender a educação das crianças de Valparaíso”, declarou Demóstenes.

Candidato Demóstenes Torres anuncia investimentos em educação para Valparaíso de Goiás | Foto: Divulgação
Candidato Demóstenes Torres anuncia investimentos em educação para Valparaíso de Goiás | Foto: Divulgação

Ideb

Além disso, o candidato recordou ainda que Goiás atingiu o primeiro lugar no Ideb. “Valparaíso avançou com Goiás”, comentou.

O candidato também recordou a sua atuação como Secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás.

“Eu tive o prazer de construir o batalhão da polícia, o primeiro Ciops, a delegacia 24 horas. Muita coisa pude fazer naquela época”, declarou.

Demóstenes falou também sobre o projeto de Lei Consuelo Nasser, que antecedeu a Lei Maria da Penha.

“Eu tinha nojo daquela situação de mulheres que eram agredidas e o agressor pagava uma cesta básica. Depois, conseguia ir embora.”

“O projeto de Lei Consuelo Nasser homenageava uma jornalista, ativista e era até mais rígida, prevendo inclusive o crime de feminicídio. Apenas cerca de dez anos depois que foi analisado e aprovado pelo Congresso”, completou.

LEIA MAIS: Barbosinha do rádio anuncia apoio a Professor Alcides


Quer receber notícias dos bastidores da política?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos do Estado de Goiás.

Mande uma mensagem para o Whatsapp do Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais do Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias da política de Goiás”.