Dilma, a invenção que ruiu. Presidente sabia, há três semanas, que não lograria êxito na queda de braço com Cunha

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

Dilma perdeu todas as oportunidades e por isso agora é obrigada a tolerar o “tchau querida” / Foto: Agência Brasil
Dilma perdeu todas as oportunidades e por isso agora é obrigada a tolerar o “tchau querida” / Foto: Agência Brasil

O prosseguimento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) era mais do que esperado. Ela apenas colecionou nova derrota na Câmara dos Deputados por fazer tudo errado, comandar uma articulação política pífia e amadora.

Mesmo com o atrapalhado apoio de Lula, Dilma perderá o cargo por ser uma invenção política que não se sustentou. Teve todas as oportunidades para construir a governabilidade no segundo mandato, porém se perdeu em arrogância e pedaladas de toda ordem.

publicidade

Ela sabia que perderia mais uma batalha

Dilma Roussef já sabia, há três semanas, que não lograria êxito na batalha pela manutenção no poder. Um pouco mais de humildade lhe faria propor uma saída honrosa, negociando a aprovação de pelo menos uma da reformas estruturais que deixasse seu nome na história. Dilma perdeu todas as oportunidades e por isso agora é obrigada a tolerar o “tchau querida”. A presidente fez pouco caso da classe política e hoje virou a Geni da Nação.

Leia mais > Caminho sem volta para Michel Temer