Dilma quer impedir operadoras de limitar banda larga

Presidente quer ganhar pontos de popularidade ao impedir restrições à banda larga (Foto: Reprodução)
Presidente quer ganhar pontos de popularidade ao impedir restrições à banda larga (Foto: Reprodução)

A presidente Dilma Rousseff (PT) pretende apresentar até a semana que vem decreto que regulamentará os pontos mais polêmicos do Marco Civil da Internet, legislação aprovada em abril de 2014, com a intenção de impedir as franquias de internet banda larga.

A medida seria mais uma entre o pacote de bondades que a presidente quer demonstrar à população antes da votação de abertura do impeachment pelo Senado, no dia 11 de maio.

LEIA MAIS: Manu Gavassi critica Photoshop em capa de revista e divulga ensaio sensual caseiro

publicidade

Por meio de decreto, Dilma pretende proibir as operadoras de restringirem velocidade da internet fixa ou exigirem a contratação de uma franquia extra quando o cliente ultrapassar os limites de seu plano.

Polêmica

O anúncio feito por operadoras de que deixariam de oferecer internet ilimitada aos usuários de banda larga continua causando muita polêmica nas redes. Na tentativa de barrar a proposta, internautas criaram um abaixo assinado que já tem mais de 1 milhão e 600 mil assinaturas.

A presidente, correndo contra o relógio enquanto vê um cenário completamente favorável ao seu impedimento, tem o poder de sepultar a história e angariar alguns pontos de popularidade.