Na Câmara de Aparecida, Araújo (MDB) defende Bolsonaro e Moura (PT) retruca: 'fiquei com dó' | Foto: Reprodução/Facebook
Na Câmara de Aparecida, Araújo (MDB) defende Bolsonaro e Moura (PT) retruca: 'fiquei com dó' | Foto: Reprodução/Facebook

Uma discussão acalorada marcou o final da sessão da Câmara de Aparecida na manhã desta 4ª feira (20).

Tudo começou quando o vereador Aldivo Araújo (MDB) usou os momentos finais da sua fala para fazer uma defesa do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) e uma crítica aos governos anteriores do PT.

Araújo

“Bolsonaro não caminha pelo mesmo caminho que Dilma e Lula. São ações parecidas, mas não iguais”, afirmou.

Segundo Araújo, as supostas “negociações” do PT seriam realizadas para beneficiar o grupo do partido.

Já Bolsonaro, para o vereador, “também negocia, mas não tem em vista lucro, e sim com o propósito de governar o país”.

Araújo ainda apontou que tem confiança nas ações do presidente: “Tem muitas coisas que ele precisa mudar, ele fala muita abobrinha. Mas ele é um camarada bem intencionado”.

Moura

Último a ter a palavra na sessão, Helvecino Moura (PT) não gostou das declarações do colega.

“As colocações do vereador Araújo foram tão fracas que me deram uma friagem na barriga, fiquei com dó”, provocou. “Mas vossa excelência deveria levar essas negociações lá pra sua ala. A Câmara não aceita esse tipo de coisa. Ela é composta por homens sérios.”

Encerrada a sessão, do plenário foi possível ouvir o questionamento: “O que o senhor considera negociação?”.

Prefeitura elabora projeto de escalonamento para comércio e indústria


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook