Suposta dívida causou confusão com vereador em festa no Tiradentes

'Barrei e vou barrar, porque nós não precisamos desse tipo de político na nossa região', disse o responsável pela polêmica

Vereador é barrado de subir em palco durante festa do Jardim Tiradentes | Foto: Reprodução
Vereador foi barrado de subir em palco durante festa do Jardim Tiradentes | Foto: Reprodução

A confusão registrada na festa de aniversário do Jardim Tiradentes no domingo, 21, continua dando o que falar em Aparecida.

Na segunda, 23, matéria do Folha Z noticiou o desentendimento do vereador Leandro da Pamonharia com alguns dos organizadores do evento.

Após a repercussão do assunto, a reportagem foi procurada por pessoas interessadas em esclarecer o caso.

De acordo com as fontes ouvidas, 1 único homem foi responsável por impedir o vereador de subir em um palanque montado no dia do evento.

Trata-se de Jurami Tavares, encarregado de montar o palco.

Segundo o próprio Jurami, no entanto, o desentendimento com o vereador deu-se por motivos “pessoais”.

“O vereador Leandro não cumpriu suas promessas de campanha. Essa foi uma questão pessoal”, disse.

Além disso, Jurami apontou que, na sua opinião, o vereador queria “pegar carona em um evento na região”.

“Barrei e vou barrar, porque nós não precisamos desse tipo de político na nossa região”, disse em áudio compartilhado nas redes sociais.

Segundo Jurami, ele trabalhou para Leandro na campanha que o elegeu vereador em 2016 e pendências financeiras entre eles estariam abertas.

A informação, porém, foi negada por Leandro.

“Se ele trabalhou à distância na minha campanha, não sei. Meu grupo era restrito, separado, com poucas condições”, disse o vereador ao Folha Z.

A princípio, chegou-se a divulgar que a ordem teria partido do deputado federal Professor Alcides ou do vereador Erivelton Contador, o que foi negado pelos envolvidos.

Erivelton

O Folha Z também entrou em contato com o vereador Erivelton.

“Não comungo com o que aconteceu. Me coloquei no lugar dele e lamento o ocorrido”, disse o parlamentar.

Segundo Erivelton, ele e Leandro já conversaram nesta terça, 23, e resolveram o mal-entendido.

Relembre o caso

A festa de comemoração do aniversário do Jardim Tiradentes foi realizada no último domingo, 21, no Estádio Tiradentes.

Participaram das comemorações várias lideranças da região, incluindo o deputado federal Glaustin da Fokus (PSC).

Mas a data ficou marcada por uma polêmica.

Segundo o vereador Leandro da Pamonharia, a confusão aconteceu em um palco montado pela assessoria do deputado federal Professor Alcides (PP).

Porém, segundo ele, Professor Alcides não teve nenhum envolvimento no caso.

O deputado teria até mesmo entrado em contato com o vereador após o episódio para esclarecer a situação.

“Eu jamais faria isso, com quem quer que seja, principalmente com um vereador. Isso não partiu de mim”, disse Alcides.

O vereador, segundo ele, foi impedido de subir na estrutura e reclamou.

“Fiquei chateado, claro. Mas depois fui para outra tenda, em que era realizado o bingo e onde é o melhor lugar: junto do povo”, comentou o Leandro.

Notícia falsa da morte de vereador em Aparecida circula pelo WhatsApp


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade!

Mande uma mensagem para o Whatsapp do Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais do Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias da política de Aparecida”.”

Comentários do Facebook