EUA não concorda com petição anti-Dilma

Segundo Reynolds, a Casa Branca já havia se manifestado sobre o pleito presidencial nacional, quando Obama publicou texto parabenizando a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT)
Segundo Reynolds, a Casa Branca já havia se manifestado sobre o pleito presidencial nacional, quando Obama publicou texto parabenizando a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT)

Eleitores insatisfeitos com o resultado das eleições presidenciais fizeram uma petição no site da Casa Branca solicitando aos Estados uma posição contra o que chamaram de “expansão bolivariana e comunista do país”. Até terça-feira, 4, o documento tinha mais de 123 mil assinaturas, mas em uma nota feita pela adida da Embaixada dos EUA em Brasília, Arlissa Reynolds, ficou explícito que “petições apresentadas nessa página não representam as opiniões do governo dos EUA”.

Segundo Reynolds, a Casa Branca já havia se manifestado sobre o pleito presidencial nacional, quando publicou texto parabenizando a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). No texto do governo americano, ainda foi dito que os EUA estão empenhados em dar continuidade ao trabalho com a presidente Dilma Rousseff e querem, ainda, fortalecer as relações bilaterais.

Petição

De qualquer forma a petição não validade. O espaço é destinado exclusivamente aos cidadãos norte-americanos com 13 anos ou mais.

 

Comentários do Facebook