vereador André Fortaleza | Foto: Folha Z
vereador André Fortaleza | Foto: Folha Z

Atenção: Ao copiar material produzido pela Folha Z, favor citar os créditos ao site.
Bom jornalismo dá trabalho!

O vereador André Fortaleza abriu o jogo sobre sua saída do PP e filiação ao MDB em entrevista exclusiva à Folha Z nesta 4ª feira (6).

De acordo com ele, a troca foi motivada por um desgaste dentro do grupo pepista.

“Para ser franco, o MDB foi o partido que me aceitou. Não tinha muita opção”, revelou.

André, que chegou a ser cogitado como indicação do PP para vice-prefeito na chapa de Gustavo Mendanha, apontou que seu crescimento “incomodou” uma ala do partido.

“Infelizmente, alguns integrantes do grupo não souberam lidar com a palavra ‘grupo’, que significa aceitar a opinião da maioria sobre o que é melhor para o coletivo”, explicou.

Professor Alcides

O vereador ainda ressaltou que sua proximidade com o deputado federal Professor Alcides (PP) não foi abalada pelo episódio.

“Eu tinha total apoio do Professor. Disse a ele 2 meses atrás que preferiria deixar o PP do que colocar ele em uma situação difícil com o pessoal do grupo”, afirmou.

André Fortaleza e Professor Alcides durante campanha em 2018 | Foto: Reprodução/Instagram
André Fortaleza e Professor Alcides durante campanha em 2018 | Foto: Reprodução/Instagram

Para Fortaleza, sua permanência no PP gerava desconforto para Alcides, líder regional do partido.

“Jamais deixarei de ser aliado do Professor. E o MDB foi uma boa opção, porque me permitirá estar mais próximo do prefeito Mendanha”, finalizou.

R$ 80 milhões do Senado não cobrem nem 30% da perda de arrecadação em Aparecida


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook