Friboi nega saída do PMDB e fala de Iris Rezende

Empresário Júnior Friboi abre o jogo
Empresário Júnior Friboi abre o jogo

Júnior Friboi vive um dilema dentro do PMDB. Enquanto muitos integrantes do partido exigem a expulsão do empresário e o acusam de traição ao ter apoiado o governador Marconi Perillo (PSDB) nas últimas eleições, ele se defende e afirma que não vai sair.

“Não serei expulso porque não cometi nenhum delito”, declarou Friboi. O empresário ratificou que o problema do partido é que ele está rachado. “Eu apenas participei de uma disputa interna, mas resolvi me abdicar da candidatura a governador ao ver o racha no PMDB.”

Convite

Em entrevista à Radio Mil, na manha desta segunda-feira, 22, Friboi declarou que recebeu um convite da executiva nacional do PRB para presidir o diretório estadual em Goiás.  Ele não descartou a possibilidade e afirmou que não pensa em política no momento e que está focado apenas nos negócios.

Eleições. “Iris vai perder”

Iris Rezende é o algoz de Friboi no PMDB
Iris Rezende é o algoz de Friboi no PMDB

Ao demonstrar o desejo de governar o Estado, Júnior Friboi não descarta a candidatura ao governo de Goiás em 2018. Já sobre Iris Rezende, seu algoz dentro do PMDB, e a possibilidade do ex-governador sair candidato à prefeitura de Goiânia, o empresário foi enfático. “Se Iris for candidato a prefeito, vai perder.”

Comentários do Facebook