servidores temporários Goiânia
Servidores temporários podem ser recontratados em Goiânia | Foto: Divulgação

A Prefeitura de Goiânia encaminhou ao Legislativo, na última 2ª feira (15), projeto que estabelece critérios para reativação de contratos temporários dos servidores.

Podem aderir os cerca de 3.100 servidores que tiveram os contatos suspensos em abril, a maioria deles profissionais da educação. Aqueles que não concordarem, podem rescindi-los.

O projeto prevê que o pagamento deverá ser efetuado somente com o valor básico do contrato, não inferior a 1 salário mínimo, que é de R$ 1.045,00.

A medida valerá até que as atividades sejam retomadas normalmente, principalmente com relação às aulas da rede municipal de educação.

Expectativa

A expectativa do Executivo é de que o projeto seja aprovado ainda nesta semana para incluir os temporários na folha de pagamento de junho.

“Os servidores vão manter o vencimento básico, com exceção dos professores por receberem por volta de R$2.700 e a carga horária ter sido reduzida em 50% com a suspensão das aulas. Então passam a receber por volta de R$1.400,00 até que retornem a normalidade”, comentou o secretário de finanças, Alessandro Melo.

Goiás planeja volta às aulas em agosto


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook