Ronaldo Caiado | Foto: José Cruz / Agência Brasil
Ronaldo Caiado | Foto: José Cruz / Agência Brasil

O governador Ronaldo Caiado defendeu a permanência do isolamento social para contenção da pandemia pelo novo coronavírus em Goiás em entrevista a uma emissora de TV da capital nesta 3ª feira (7/4).

Ao ser questionado sobre a atitude de prefeitos de alguns municípios do Estado que insistem em querer reabrir o comércio, ressaltou que o que está em jogo é a manutenção da vida.

“Depois, vamos recuperar a economia, garantindo condições para que as pessoas voltem a viver com dignidade. Não é que eu queira impor regra, é questão de saúde pública”, reforçou.

Segundo o governador, todos os prefeitos recuaram da ideia de liberar o movimento nas suas cidades após um telefonema do Palácio Pedro Ludovico.

Caiado disse ainda que tem incentivado os municípios a promoverem campanhas de solidariedade, a fim de amenizar o sofrimento da população.

Flexibilização

Sobre a flexibilização das regras no Estado, o governador sinalizou que, após o dia 19 de abril, será avaliada a liberação da retomada das atividades de forma gradual e regionalizada.

“Não haverá uma única medida para todo o território goiano. Vamos levar em consideração a quantidade de leitos, a capacidade de atendimento e o índice de disseminação comunitária”, detalhou.

Professor Alcides doará mil respiradores para Goiás


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook