Iris elabora nova flexibilização e não pretende manter modelo de isolamento do governo | Foto: Divulgação/Prefeitura de Goiânia
Iris elabora nova flexibilização e não pretende manter modelo de isolamento do governo | Foto: Divulgação/Prefeitura de Goiânia

O prefeito Iris Rezende afirmou nesta 3ª feira (7) que vai propor um novo modelo de flexibilização das atividades econômicas em Goiânia.

As novas medidas devem ser implementadas logo após o encerramento do 1º período do isolamento intermitente de 14 por 14 dias.

O revezamento em vigor foi determinado em decreto pelo Governo de Goiás e seguido na íntegra pelo município de Goiânia.

“Tudo vai depender do comportamento da população”, declarou Iris, que também garantiu que debaterá a ideia com o governador Ronaldo Caiado.

“Meu objetivo é construir junto com o governador uma saída que modifique e atenue essa situação de trauma que está sendo vivida pela população goianiense”, disse.

Saúde está preparada

O prefeito declarou que o cumprimento dos protocolos sanitários adotados e o respeito às determinações das autoridades serão condições fundamentais para a adoção de novas medidas de flexibilização.

“Vou tomando atitudes que entendo serem as melhores e não tenho nenhuma dificuldade de levar isso à apreciação do governador, porque Goiânia é uma cidade com 1,6 milhão de habitantes e tem problemas muito mais complexos do que outras”, argumentou.

Segundo Iris, a rede pública municipal de saúde está preparada para atender a população goianiense e ninguém ficará sem atendimento, caso seja necessário.

A capital já dispõe de 139 leitos de UTI e quase 200 de enfermaria.

“Temos tomado as medidas necessárias para garantir assistência à nossa população”, garantiu o prefeito.

Fechamento de terminais na Grande Goiânia é debatido


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook