Com medo de ameças, deputado não tomará posse e deixa o Brasil

Jean Wyllys vive sob escolta policial desde do assassinato de sua amiga Marielle Franco

Deputado Jean Wyllys renuncia deixa o Brasil
Jean Wyllys deixará o Brasil para se dedicar à vida acadêmica. Ele afirmou receber ameaças de morte | Foto: reprodução

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) renunciou ao mandato e deixou o Brasil.

Jean teria tomado essa decisão por medo de ameaças de morte.

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do PSOL.

Jean Wyllys vivia sob escolta policial desde do assassinato de sua amiga Marielle Franco, em março do ano passado.

Preservar a vida ameaçada

Em sua página no Facebook ele disse: “Preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores. Fizemos muito pelo bem comum. E faremos muito mais quando chegar o novo tempo, não importa que façamos por outros meios! Obrigado a todas e todos vocês, de todo coração. Axé!”

Jean Wyllys disse que se dedicará aos estudos fora do país.

De acordo com a Secretaria-Geral da Câmara, o suplente de Jean Wyllys é o vereador carioca David Miranda (PSOL-RJ).

Comentários do Facebook