Jovair Arantes não quer investigar Dilma Rousseff

Jovair foi convidado por Cunha para presidir Comissão Especial
Jovair foi convidado por Cunha para presidir Comissão Especial

O deputado federal por Goiás, Jovair Arantes (PTB), recusou nesta segunda-feira (07) presidir a Comissão Especial formada para avaliar o processo de impeachment de Dilma Rousseff.

O parlamentar estava cotado para assumir a função e teve seu nome colocado pelo deputado Eduardo Cunha, presidente da Câmara Federal.

Para justificar a recusa, Jovair afirmou que é o líder da bancada do PTB no Congresso e, por isso, não pode assumir as duas funções.

Sobre se é contra ou a favor a saída da petista, Jovair preferiu ser cauteloso e ressaltou que é hora de debater o assunto.

Comentários do Facebook