Juíza expede mandado de busca e apreensão em escritório político de Iris

Leitor mostra o suposto flagrante de crime eleitoral em escritório de Iris| Foto: Reprodução
Leitor mostra o suposto flagrante de crime eleitoral em escritório de Iris| Foto: Reprodução

A juíza Rozana Fernandes Camapum, da 146ª Zona Eleitoral de Goiânia, expediu um mandado de busca e apreensão em todos os locais de campanha da Coligação Experiência e Confiança, do candidato Iris Rezende (PMDB).

A decisão diz respeito às informações de que a chapa de Iris estaria doando combustível para quem adesivasse os carros, o que configura crime eleitoral. As buscas foram realizadas na tarde deste sábado, 29.

LEIA MAIS: “Iris mente e atenta contra a paz “, diz nota de repúdio de policiais militares

publicidade

A magistrada  afirma que para cumprimento da ordem estariam autorizados “arrombamento e reforço policial” e que, em caso de condutas iguais, seria estipulada uma multa diária de R$ 500 mil. Não foi encontrada nenhuma comprovação de crime eleitoral.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter