Marconi presta solidariedade a Caiado por dificuldades de senadores na Venezuela

Governador e senador se encontraram na Missa de Encerramento da Festa do Divino Pai Eterno, em Trindade, quando falaram do ocorrido (Foto: Divulgação)
Governador e senador se encontraram na Missa de Encerramento da Festa do Divino Pai Eterno, em Trindade, quando falaram do ocorrido (Foto: Divulgação)

O governador Marconi Perillo prestou sua solidariedade ao senador Ronaldo Caiado (DEM), no último domingo (5/7), em Trindade, em função do episódio de agressão à Comitiva de Senadores do Brasil que esteve na Venezuela, em 18 de junho, para visitar presos políticos do regime de Nicolás Maduro. O governador e o senador se encontraram na Missa de Encerramento da Festa do Divino Pai Eterno, pela manhã.

Quando do episódio, o governador emitiu nota na qual condenou a atitude do governo venezuelano de impedir o acesso dos senadores aos presídios políticos e exigiu providências do governo do Brasil em relação ao ocorrido – a comitiva teve de retornar ao Brasil.

Governador

“Prestei solidariedade ao senador Ronaldo Caiado e informei a ele que, naquele dia, telefonei para o chanceler (embaixador Mauro Vieira) para me inteirar dos acontecimentos”, relatou Marconi após a conversa com o senador goiano.

Na nota emitida em 18 de junho, o governador classificou o bloqueio às atividades de “inadmissíveis” e “típicas de regimes ditatoriais”. Marconi lembrou, na ocasião, que “é dever do governo venezuelano e um direito dos parlamentares brasileiros a garantia da livre circulação naquele país, bem como o de pleno acesso às instituições públicas”.

 

Comentários do Facebook