Gustavo Mendanha | Foto: Rodrigo Estrela
Gustavo Mendanha | Foto: Rodrigo Estrela

O prefeito Gustavo Mendanha realizou videoconferência com feirantes de Aparecida de Goiânia na tarde desta 2ª feira (1).

A conversa ocorreu horas depois de um protesto da categoria em frente à prefeitura.

Os manifestantes pediram a liberação de todas as feiras na cidade, não apenas dos hortifrutigranjeiros.

Alguns deles carregavam cartazes com mensagens como “Trabalhar não é crime. O vírus está na corrupção”, “Estamos no Brasil, não na Venezuela” e “A fome mata mais que o vírus”.

Presente no ato, o deputado estadual e pré-candidato de oposição à prefeitura Cairo Salim gravou vídeos para suas redes sociais, afirmando que o manifesto tentou “sensibilizar as autoridades em busca de apoio para voltarem a trabalhar”.

Nota da prefeitura

Por meio de nota, a prefeitura ressaltou que a videoconferência já estava agendada desde a semana passada.

O texto ainda destaca que estão sendo analisadas propostas de reabertura das feiras livres na cidade “com responsabilidade” e de forma a evitar as aglomerações.

Com o apoio do deputado estadual Cairo Salim, feirantes protestaram em frente à Prefeitura de Aparecida | Foto: Reprodução
Com o apoio do deputado estadual Cairo Salim, feirantes protestaram em frente à Prefeitura de Aparecida | Foto: Reprodução

Confira a íntegra:

“A prefeitura de Aparecida de Goiânia, por meio do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao novo Coronavírus, explica que todas as decisões de abertura ou fechamento de atividades comerciais são tomadas a partir de estudos técnicos realizados pela Secretaria Municipal de Saúde visando sempre a preservação da vida e a não transmissão em massa do Coronavírus na cidade.

Informa ainda que os feirantes possuem representantes em todas as reuniões do Comitê, que são semanais e que a videoconferência com o segmento já estava agendada desde a semana passada.

A Prefeitura ressalta que até o momento, o Comitê não liberou o funcionamento das feiras em sua totalidade, apenas para comércio de hortifrutigranjeiros, mas que estão sendo realizadas reuniões para que sejam analisadas propostas de reabertura com responsabilidade.

Essa proibição é devido à não aglomeração nas feiras, prevenindo a transmissão do vírus.”

Liberação

Na semana passada, Mendanha já havia afirmado que discute liberar todas as feiras para operarem em Aparecida.

“É algo que está sendo discutido e eu espero que nós possamos voltar o mais breve possível”, disse o prefeito.

Leia mais no link abaixo:

Comitê discute liberar todas as feiras em Aparecida


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook