Mendanha exonera servidor fantasma

Processo Administrativo Disciplinar (PAD) conclui que funcionário fraudou a folha de ponto

Um servidor fantasma da Prefeitura de Aparecida foi exonerado por fraudar a sua folha de ponto.

Anderson Alves Magalhães ocupava o cargo de Guarda Civil Municipal, lotado na Secretaria de Mobilidade e Defesa Social.

O decreto da exoneração, publicado nesta terça, 31, tem efeitos a partir de 30 de junho deste ano.

A medida foi tomada após apuração em Processo Administrativo Disciplinar (PAD), que obteve parecer favorável da Procuradoria Geral do Município.

Já a Corregedoria da Guarda Civil Municipal também se manifestou favoravelmente à penalidade de demissão.

Reposta

O Folha Z tentou contato com o servidor exonerado, mas, até as 18h desta terça, 31, não havia obtido êxito.

No entanto, o espaço está aberto para a manifestação da sua defesa.

GCM Aparecida: concursados de 2012 são nomeados


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook