Mendanha defende uso de tecnologia para possibilitar a reabertura do comércio em Aparecida

'A dificuldade que enxergo é o transporte público. São 100 mil empregados do setor industrial trafegando em Aparecida. Um contaminado pode atingir centenas', afirmou

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), defendeu o uso da tecnologia para possibilitar a reabertura das atividades comerciais e industriais no Estado.

Em entrevista à TV Anhanguera nesta 5ª feira (16), ele destacou que ferramentas tecnológicas podem ser aplicadas para definir quais regiões de Aparecida, por exemplo, poderiam ser abertas com segurança.

Mas ele também ressaltou que, caso haja flexibilização do isolamento social, os comércios devem adotar medidas para restringir o fluxo de pessoas em ambientes fechados.

“A dificuldade que enxergo é o transporte público. São 100 mil empregados do setor industrial trafegando em Aparecida. Um contaminado pode atingir centenas”, afirmou.

Sincronia

Segundo Mendanha, será necessária uma sincronia entre as prefeituras da Região Metropolitana nesse processo de reabertura.

Na tarde de 4ª feira (15), o prefeito participou de uma videoconferência com o governador Ronaldo Caiado para discutir a confecção do novo decreto estadual de combate à covid-19.

Gustavo Mendanha e Ronaldo Caiado discutem medidas sobre isolamento social por meio de videoconferência | Foto: Wigor Vieira
Gustavo Mendanha e Ronaldo Caiado discutem medidas sobre isolamento social por meio de videoconferência | Foto: Wigor Vieira

“Estamos tomando decisões conjuntas com o governador e outros prefeitos no sentido de combater de forma assertiva a pandemia do coronavírus”, disse Gustavo.

Coronavírus avança em bairros de Aparecida; veja no mapa


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook