Ministro pega helicóptero de senador emprestado e visita Hospital Municipal de Aparecida

Secretário Edgar Tollini, ministro Ricardo Barros, prefeito Gustavo Mendanha e deputado federal Daniel Vilela em visita ao Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia no domingo, 25/06 | Foto: Folha Z
Secretário Edgar Tollini, ministro Ricardo Barros, prefeito Gustavo Mendanha e deputado federal Daniel Vilela em visita ao Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia no domingo, 25/06 | Foto: Folha Z

No início da manhã do último domingo, 25, o ministro da Saúde Ricardo Barros visitou o Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia e anunciou a liberação de R$ 18 milhões para a compra de equipamentos referentes à primeira etapa da unidade.

Acompanhado pelo prefeito Gustavo Mendanha, pelo vice-prefeito Veter Martins, pelo secretário de Saúde do município Edgar Tolini e pelo deputado federal Daniel Vilela, o ministro percorreu as dependências do hospital e elogiou a obra.

 

?Ministro da Saúde Ricardo Barros vistoria Hospital Municipal de Aparecida

Publicado por Folha Z em Domingo, 25 de junho de 2017

“São 18 milhões em equipamentos, inicialmente, que serão pagos imediatamente. Liberaremos mais recursos posteriormente e logo teremos esse hospital a serviço da saúde do povo de Aparecida. É uma conquista importante de todas as forças políticas envolvidas principalmente para nós da bancada federal”, destacou Ricardo Barros.

publicidade

LEIA MAIS: EXCLUSIVO: Alexandre Magalhães abre o jogo sobre esquema no Mutirama

Aniversário

A visita, que não estava nas agendas oficiais dos políticos, ocorreu de maneira inesperada. A ideia surgiu durante a festa de aniversário do senador Wilder Morais. O parlamentar comemorou 49 anos em sua fazenda Toca da Orca, em Nerópolis, a 37 km de Goiânia.

A festa contou com grande presença peemedebista e de lá saiu a ideia de inspecionar o hospital. Em um helicóptero do aniversariante, Daniel Vilela, Gustavo Mendanha e o ministro fizeram o percurso até Aparecida e pousaram no heliponto do hospital por volta das 12h.

No local, fizeram um tour de meia hora em um grupo considerado pequeno para ocasiões semelhantes. O ministro mostrou-se satisfeito com a estrutura da unidade.

Troca de elogios

Segundo o secretário de Saúde do município Edgar Tolini, o Hospital Municipal entrará em funcionamento em etapas. “Na primeira estão previstos 60 leitos clínicos, a ala de diagnóstico, parte do centro cirúrgico, 20 UTIs adulto, parte administrativa, lavanderia, Central de Material Esterilizado, cozinha e pronto socorro que tem 10 leitos”, ressaltou o secretário.

O prefeito Gustavo Mendanha comemorou o anúncio do Ministro e afirmou que a Prefeitura não medirá esforços para a inauguração da maior obra de saúde pública da cidade. “Quero agradecer a presteza do Ministro que em um domingo veio visitar nossa unidade. Agora, com o anúncio oficial do investimento, assim que os recursos forem creditados no fundo municipal, nós vamos licitar a compra dos equipamentos para colocar o hospital em funcionamento o mais rápido possível”, salientou o prefeito.

O Deputado Federal Daniel Vilela (PMDB) parabenizou Ricardo Barros pelo trabalho desenvolvido a frente do Ministério da Saúde. “O ministério saiu dos holofotes e das grandes discussões, isso é um bom sinal, que vem funcionando bem, e aprova disso é o que foi anunciado hoje para todos os goianos, os recursos para a compra dos equipamentos do hospital”, pontuou o deputado.

Hospital Municipal

O Hospital Municipal possui 21 mil metros quadrados, sendo seis blocos, que incluem pediatria, geriatria, dois para clínica médica e dois para pós-cirurgia. O HMAP abriga ainda 220 leitos, sendo 90 leitos clínicos, 60 leitos cirúrgicos, 20 leitos pediátricos, 30 leitos de UTIs, 10 leitos de recuperação anestésica e 10 leitos de reanimação e observação. A unidade fica na Avenida V-5, áreas 01 a 04, no setor Cidade Vera Cruz. A obra foi orçada em cerca de R$ 64 milhões.

A unidade também possuirá área de pronto-atendimento; atendimento de urgência e área de apoio terapêutico, ambulatório, apoio diagnóstico, raio-x, eletrocardiografia, ultrassonografia, endoscopia, tomografia computadorizada, laboratório, apoio técnico e administrativo, apoio logístico, farmácia, serviço de nutrição e dietética, lactário, internação geral (adulta e pediátrica), e centro cirúrgico com 10 salas.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter