Nova TBC: as mudanças já começaram. Interatividade e descontração serão marca da emissora pública

Por determinação do governador Marconi Perillo, interatividade, prioridade para a notícia, prestação de serviços e participação popular passam a ser a marca da  programação e do jornalismo dos veículos da Agência Brasil Central (ABC) sob o comando do jornalista João Bosco Bittencourt.

O presidente da agência apresentou à equipe a proposta de gestão, a Nova ABC.

As novas grades para a Televisão Brasil Central (TBC) e a Rádio Brasil Central (RBC) têm foco em novos produtos, com a produção de três novos jornalísticos nos veículos – um programa de notícias matutino, outro nos moldes do Cidade Alerta para o fim da tarde e um telejornal interativo e debates à noite.

publicidade

Boletins de notícias a cada hora também irão ao ar.

As mudanças já começaram e as novidades já estarão todas no ar em março.

Nova TBC | Cid Ramos será um dos nomes do esporte na gestão de João Bosco | Foto: divulgação
Cid Ramos será um dos nomes do esporte na gestão de João Bosco | Foto: divulgação

As inovações começaram pelo jornalismo esportivo. O experiente Cid Ramos, respeitado da área em Goiás, já está no ar na nova TBC. Natural e mais solto no vídeo, Cid traz a nova pegada da programação: informação com menos formalidade, descontração e variedade.

Na edição desta terça-feira, além dos gols, ele apresentou imagens do aniversário do craque Neymer, que comemorou aniversário neste dia 5 de fevereiro.

Na quarta, levou para a telinha o debate sobre quem tem a maior torcida no Estado, Vila Nova ou Goiás, com ampla interação com telespectadores.

 Inovação nas mídias sociais

A descontração, a participação e a interatividade serão as marcas do relacionamento entre o time de jornalistas das novas TBC e RBC com a audiência, diz João Bosco.

Apresentações ocorrerão em pé, sem bancadas | Foto divulgação
Apresentações ocorrerão em pé, sem bancadas | Foto divulgação

Apresentação em pé, fim das bancadas e cenários estáticos, intensa participação dos telespectadores, ouvintes e internautas – durante e na definição da pauta da programação – darão o tom do novo jornalismo.

A apresentação da notícia terá o suporte de inovações tecnológicas, como cenários virtuais, além de mais transmissões ao vivo. O jornalismo comunitário também ganhará vez e voz.

“Vamos aproximar a TBC e a RBC da sociedade”, anuncia João Bosco.

A programação ao vivo ganhará o reforço de times de correspondentes baseados no interior de Goiás, nas principais cidades, para que a notícia seja levada ao ar em tempo real, na hora em que ela acontece.

A TBC e a RBC terão ainda o suporte de um grande portal, integrante a televisão e o rádio com a internet e levando a audiência para dentro dos veículos.

“Na era da informação não há mais veículos de comunicação isolados. Os veículos se comunicam e se complementam e esse processo ocorre por meio de internet”, diz João Bosco, que criou e coordena as redes sociais do governador Marconi Perillo, consideradas modelo no Brasil.

O presidente da ABC afirma que os profissionais da casa terão prioridade na criação e distribuição da nova grade jornalística, por seu comprometimento com o crescimento da agência. A equipe, afirma, terá de ter dinamismo e exercitar a criatividade.

“As mudanças começaram e não param mais. Vamos ampliar a cobertura jornalística e ampliar ao máximo a participação dos telespectadores, ouvintes e internautas para levar ao ar um jornalismo de interesse e relevante para a comunidade, na dosagem certa e na hora certa”, diz João Bosco.

João Bosco anunciou que vai criar ainda uma rede de rádios em todo o Estado para a retransmissão do jornalístico O Mundo em Sua Casa, produto tradicional da casa, mas que também vai se ajustar ao dinamismo da internet, com mais interatividade com os ouvintes.

Com a proposta de valorização da equipe e da programação da agência, as mudanças foram recebidas com entusiasmo pelos profissionais.

Acompanhe o Folha Z no FacebookInstagram e Twitter